27/05/2013

Com apoio do Estado, Santa Casa de Franca zera déficit

Hospital ainda abateu parte de dívida acumulada

 Administrada em regime de cogestão desde março deste ano, a Santa Casa de Franca eliminou déficit mensal de por volta de R$ 2,5 milhões e ainda conseguiu abater R$ 2,3 milhões de sua dívida, agora na casa de R$ 49 milhões. As medidas foram possíveis graças à participação da Secretaria Estadual de Saúde e da Prefeitura de Franca na gestão do hospital, depois de articulação política do deputado estadual Roberto Engler (PSDB) e do prefeito Alexandre Ferreira (PSDB) junto ao secretário estadual de Saúde, Giovanni Cerri.

Na última semana, Ferreira apresentou dados da cogestão que está sendo conduzida por ele e por representantes do Governo do Estado e da própria Santa Casa. “Avançamos bastante, mas ainda temos um longo caminho a percorrer para que tudo esteja funcionando como deveria”, disse o prefeito.
O apoio do Estado é administrativo e também financeiro. Neste semestre, o hospital está recebendo aporte adicional de R$ 10 milhões. “A gestão compartilhada reforça o caixa e, a princípio, é uma espécie de transição para a estadualização do hospital, o que pode ocorrer no segundo semestre”, afirmou o deputado Roberto Engler.


A Santa Casa retomou praticamente todos os atendimentos antes suspensos por falta de recursos. “Essa é a finalidade principal: que a população seja atendida com qualidade, sem o fantasma dos cortes”, ressaltou Engler.