21/02/2013

CDHU deve construir até 170 casas em Terra Roxa

Roberto Engler

Reunião intermediada pelo deputado Roberto Engler encaminhou unidades

 

21/02/2013 - Em audiência realizada ontem (20), em São Paulo, na Secretaria Estadual de Habitação, o município de Terra Roxa praticamente assegurou a construção de até 170 casas por meio da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano). A autorização oficial para o empreendimento depende da aprovação das áreas destinadas a receber as moradias.
O encontro na Secretaria de Habitação contou com a participação do deputado estadual Roberto Engler (PSDB), do secretário estadual de Habitação, Silvio Torres, do prefeito Samir Nasbine (PMDB), dos vereadores Paulinho Guiselini (PSDB), Guto Orlando (PMDB) e Fernando Antonini (PDT), e do gerente regional da CDHU, Antonio Carlos de Oliveira Júnior.
“O amigo secretário Silvio Torres autorizou o início dos procedimentos necessários para viabilizar até 170 moradias. São muitas fases a vencer, mas o mais importante é a liberação do investimento que só depende agora dos terrenos necessários para os empreendimentos”, disse o deputado Roberto Engler.
A Prefeitura de Terra Roxa trabalha com três diferentes locais para abrigar as casas. As áreas tem tamanho variado. Todas três devem receber uma equipe de engenheiros para avaliá-las e determinar sua viabilidade técnica. Somente após o aval da companhia, a cessão dos terrenos deve ser oficializada pelo município, com a aprovação da Câmara Municipal.
Em seguida, os procedimentos burocráticos, legais e ambientais serão providenciados. “Todo o processo ainda demanda alguns meses, passando pela indicação do local, projeto, regularização legal, aprovação ambiental, para, depois de tudo isso, começar a obra”, revelou Engler.
A princípio, as unidades habitacionais devem seguir o padrão da CDHU, com entre 40 e 50 metros quadrados de área útil, com sala, cozinha, banheiro, dois dormitórios, esquadrias em alumínio e aquecimento solar, entre outras características.