20/02/2013

Guaíra terá casas da CDHU

Roberto Engler

Reunião intermediada pelo deputado Roberto Engler autorizou até 240 unidades

 

20/02/2013 - Audiência realizada hoje (20), em São Paulo, na Secretaria Estadual de Habitação, definiu que Guaíra deve receber um empreendimento da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) com até 240 casas. O novo conjunto habitacional será financiado pelo Governo do Estado, com estimativa mínima de mais de R$ 10 milhões em investimento, em terreno a ser cedido pelo município como contrapartida.
A notícia foi confirmada durante audiência intermediada pelo deputado estadual Roberto Engler (PSDB), da qual participaram o secretário estadual de Habitação, Sílvio Torres, o prefeito Sérgio de Mello (PT), o vereador José Reginaldo Moretti (PSDB) e o gerente regional da CDHU, Antonio Carlos de Oliveira Júnior.
“O amigo secretário Silvio Torres autorizou o início dos procedimentos necessários para viabilizar até 240 moradias. São muitas fases a vencer, mas o mais importante é a liberação do investimento que está garantida”, disse o deputado Roberto Engler.
A Prefeitura de Guaíra vai definir a área onde as habitações serão erguidas. Depois disso, a CDHU enviará uma equipe de engenheiros para avaliar o terreno e determinar sua viabilidade técnica. Somente após o aval da companhia, a cessão deve ser oficializada pelo município, com a aprovação da Câmara Municipal.
Em seguida, os procedimentos burocráticos, legais e ambientais serão providenciados. Por fim, o Governo do Estado repassará os recursos necessários para construir as moradias. A obra deve ser administrada pelo município.
“Todo o processo ainda demanda alguns meses, passando pela indicação do local, projeto, regularização legal, aprovação ambiental, para, depois de tudo isso, licitar a obra”, revelou Engler. “É uma conquista de que a cidade precisa muito”, reforçou o vereador José Reginaldo Moretti.
O prefeito Sérgio de Mello ficou satisfeito com o resultado da reunião. “É uma grande notícia. Toda a articulação política, com o esforço importante do deputado Roberto Engler, a dedicação do vereador Moretti e a recepção do secretário Silvio Torres, foi muito feliz. Agora, vamos trabalhar para viabilizar as casas”, afirmou.
As unidades habitacionais devem seguir o padrão da CDHU, com entre 40 e 50 metros quadrados de área útil, sala, cozinha, banheiro, dois dormitórios, esquadrias em alumínio e aquecimento solar, entre outras características.