17/01/2013

Cristais: Reunião discute duplicação da Cândido Portinari

Roberto Engler

Construção de Distrito Industrial da cidade deve se adequar ao novo trajeto da rodovia
 

 

17/01/2013 - Com a duplicação da Rodovia Cândido Portinari, os acessos a Cristais Paulista serão todos remodelados. Essas mudanças foram discutidas ontem (16), em audiência solicitada pelo deputado estadual Roberto Engler (PSDB) e realizada no DER (Departamento de Estradas de Rodagem), em São Paulo. A intenção é adequar projeto de construção de um Distrito Industrial em Cristais ao novo desenho da rodovia.
O prefeito de Cristais, Miguel Marques (PSDB), o vice-prefeito, Doutor João Joaquim Ferreira (PSDB), e o presidente da Câmara Municipal, João dos Reis, o Pelezinho (PSDB), além de engenheiros ligados ao projeto do Distrito Industrial, foram recebidos na superintendência do DER, pelo diretor de Planejamento, Ricardo Luiz Hidalgo Pereira da Costa, e pelo assessor parlamentar, Fernando Hiro. O deputado estadual Roberto Engler foi representado por seu chefe de gabinete, Jorge Luís Júlio.
Durante a reunião, um esboço do projeto final da duplicação da rodovia em Cristais Paulista foi apresentado e se avaliou como será o futuro trajeto da estrada e quais as implicações das mudanças na implantação, em fase de estudos, de um Distrito Industrial, na altura do quilômetro 412 da Cândido Portinari.
Os investimentos no Distrito Industrial devem partir de iniciativa privada. A planta do loteamento prevê mais de 200 lotes destinados a abrigar empresas, em área de mais de 500 mil metros quadrados às margens da Cândido Portinari, em frente ao Condomínio Alvorada.
Pequenas modificações no projeto do empreendimento devem ser necessárias, na medida em que a duplicação deve avançar sobre as margens da rodovia como ela está hoje. As alterações, no entanto, devem ser pouco significativas.
Como resultado do encontro, o DER se comprometeu a repassar, à Prefeitura de Cristais Paulista, o projeto final da duplicação na altura da cidade, com as mesmas descrições que aguardam expedição de licença ambiental para serem licitadas. Assim, as autorizações para loteamento poderão ser concedidas sem imprevistos.
Além disso, os dados servirão para que o Departamento de Obras da Prefeitura projete as passagens de água e esgoto por baixo da rodovia. Essa estrutura de saneamento deve ser preparada concomitantemente com as intervenções de duplicação.
O prefeito Miguel Marques avaliou positivamente o encontro em São Paulo. “O projeto do Distrito Industrial vai combater um de nossos principais problemas, a falta de emprego. Antecipar e resolver possíveis entraves que poderiam prejudicar tanto o distrito quanto a duplicação é muito importante para a cidade”, disse.
O presidente da Câmara Municipal, vereador Pelezinho, ressaltou o momento propício para a discussão do tema da reunião. “Como os dois projetos estão em andamento, é a hora de ajustes. Às vezes, se o assunto fosse abordado daqui a um ou dois meses não seria possível resolver. Agradeço ao deputado Roberto Engler por ter nos ajudado a agendar esta audiência rapidamente, com pouco mais de duas semanas do mandato do Miguel”, afirmou.
Com a intermediação do deputado estadual Roberto Engler, o Governo do Estado já confirmou a duplicação da Rodovia Cândido Portinari entre Franca e Jeriquara, com recapeamento e construção de faixas adicionais de Jeriquara a Rifaina. A estimativa de custo das obras é de R$ 130 milhões, com projeção de início para este ano.