08/01/2013

Solução para a Raul Furquim custará cerca de R$ 10 milhões

Roberto Engler

Investimento estimado é de R$ 8,5 mi, mas novo viaduto e passarela devem ser agregados
 

 

08/01/2013 - Audiência no DER (Departamento de Estradas de Rodagem), em São Paulo, praticamente definiu as alterações no projeto de duplicação da Rodovia Armando Sales de Oliveira em Bebedouro, para a construção de um viaduto na altura da Avenida Raul Furquim. O custo da solução para não interromper a via urbana é estimado em R$ 8,5 milhões, mas deve mudar com o acréscimo de novo viaduto e passarela.
A reunião foi realizada na tarde de hoje (8) e comandada pelo diretor de Engenharia do DER, Estanislau Marcka, e pelo assessor parlamentar do departamento, Fernando Hiro. O deputado estadual Roberto Engler (PSDB), que tem intermediado as reivindicações de Bebedouro junto ao Governo do Estado, foi representado por seu chefe de gabinete, Jorge Luís Júlio, o Jota.
Participaram do encontro, o prefeito de Bebedouro, Fernando Galvão (DEM), o presidente da Câmara Municipal, Ângelo Daólio (PSDB), os vereadores Beto Mazzeu (PSDB), Fernando Piffer (PSDB) e Nasser José Delgado Abdallah (PV), o líder do Movimento Raul Furquim Sem Fim, Camilo Souza Cruz, e o diretor regional do DER em Barretos, Marco Aurélio Macedo Pereira, entre outros.
O DER apresentou seis alternativas de alterações no projeto inicial de duplicação, combinando opções de viaduto, rebaixamento da pista da rodovia, acessos por meio de marginais, trevos e rotatórias e alterações viárias urbanas.
As exigências de desapropriações, obras de drenagem e de galerias pluviais, além de readequações em ruas, variavam conforme cada alternativa. Todas elas, no entanto, diminuem em cerca de 800 metros o trecho de duplicação e suprimem o viaduto antes previsto para altura da Avenida Prefeito Francisco Alvarez (o local ganhará um grande trevo em forma de rotatória fechada, nos mesmos moldes do que será executado na entrada de Monte Azul Paulista, por exemplo).
O prefeito Fernando Galvão, assessores da Prefeitura, os vereadores e o líder do Movimento Raul Furquim Sem Fim, Camilo Souza Cruz, questionaram os detalhes de cada proposta, ponderando as soluções apresentadas e os impactos em termos de tráfego e de virtuais custos adicionais para o município. Por fim optaram pela opção de número 3.
Esse novo projeto prevê o viaduto na Raul Furquim, com rotatórias de acesso a esse viaduto por ambos as margens da rodovia. As vias marginais previstas anteriormente serão mantidas. Por essa escolha, a Administração Municipal praticamente não terá gastos adicionais.
Além disso, depois de pedido da comitiva de Bebedouro, o DER prometeu estudar formas de viabilizar passagem superior à rodovia na altura da Rua Sergipe, onde, hoje, a via urbana passa por baixo da estrada, e a construção de uma passarela para a travessia de pedestres, que ficaria localizada entre a Raul Furquim e a Rua Sergipe.
Esses novos estudos serão agregados à alternativa escolhida durante a reunião e, dessa soma, deve surgir a proposta final para a obra. Um novo encontro a ser realizado ainda neste mês deve servir para essa definição. Depois, o superintendente do DER, Clodoaldo Pelissioni, deve ir a Bebedouro para apresentar à comunidade os detalhes do projeto.
Informado, por telefone, dos resultados da audiência, o deputado estadual Roberto Engler comemorou. “Mais do que uma só solução, para a Raul Furquim, devemos ter a remodelação da passagem da Rua Sergipe, o que é, pelo que sei, uma intenção antiga da cidade. Creio que o encontro de hoje foi muito bom”, afirmou Engler.

 

A OBRA
O Governo do Estado de São Paulo está investindo mais de R$ 100 milhões na construção de terceira faixa da Rodovia Armando Sales de Oliveira entre Bebedouro e Olímpia, passando por Monte Azul Paulista, com a duplicação de 2,7 quilômetros no perímetro urbano de Bebedouro. As intervenções começaram no fim de agosto.
 A obra está sendo executada em duas frentes. A primeira inclui a duplicação entre o km 395,80 e o km 398,50, em Bebedouro, e a recuperação e faixas adicionais entre o 398,50 e o 426,60. A segunda contempla as melhorias entre o km 426,60 ao km 449,01.
O deputado estadual Roberto Engler entrou na luta pelas melhorias no início de 2011.
Segundo informações do DER o VDM (Volume Diário Médio) do trecho da Rodovia Armando Sales de Oliveira entre Bebedouro e Olímpia é de 9.000 veículos, considerado alto. As cidades diretamente atingidas pelas melhorias no trecho são Bebedouro, Monte Azul Paulista, Cajobi, Severínia e Olímpia, além de outros municípios da região e motoristas de todo o Estado que usam a via constantemente.