19/12/2012

2ª etapa de reforma do aeroporto começa em janeiro

Roberto Engler

Obras devem ir até setembro; companhia mantém interesse em operar em Franca

 

18/12/2012 - A segunda etapa de reformas no Aeroporto Tenente Lund Presotto, destinada a ampliação e melhorias no Terminal de Passageiros, deve ser iniciada no começo de janeiro de 2013. As obras, avaliadas em R$ 2,8 milhões, devem se estender até setembro do ano que vem e são condição para que companhias aéreas possam operar na cidade.
As informações foram obtidas pelo deputado estadual Roberto Engler (PSDB) durante audiência com o superintendente do Daesp, Ricardo Volpi, na manhã de hoje (18). Engler tem acompanhado de perto o andamento das obras e as tratativas para a volta de vôos comerciais a Franca.
Segundo o Daesp (Departamento Aeroviários do Estado de São Paulo), o interesse comercial da Azul Linhas Aéreas no aeroporto da cidade permanece. Os quase R$ 8 milhões que estão sendo gastos com o Lund Presotto indicam que a chance de vôos comerciais é real. “Não se investiria tanto sem que haja um sinal verde de alguma companhia, seja ela a Azul ou outra. Isso é o que me deixa otimista”, avaliou o deputado.
“Caso essa hipótese pela qual trabalhamos se concretize, é importante ressaltar que quem ganha com isso não são apenas as pessoas que utilizam os vôos, mas toda a cidade. Um aeroporto ativo representa facilidades e oportunidades, especialmente de negócio e turismo, e o resultado dessas oportunidades é o desenvolvimento de Franca, bom para todos”, destacou Engler.

 

OBRAS
A primeira etapa de reforma do Aeroporto Lund Presotto foi concluída há poucas semanas, com a construção do turn-around (área de giro de aeronaves nas cabeceiras), ampliação do pátio de aeronaves e melhorias e adequação do estacionamento de veículos, com 67 vagas. “Essa parte de infraestrutura garante as condições técnicas necessárias para a operação dos aviões propriamente ditos”, afirmou o deputado Roberto Engler.
Mais de R$ 2,6 milhões já foram investidos no Lund Presotto. Os outros R$ 2,8 milhões serão gastos para tornar mais seguros e mais cômodos a circulação e o embarque e desembarque dos passageiros. Ao contrário do que ocorre atualmente, o aeroporto passará a contar com áreas separadas para quem decola e quem aterrissa.
A área construída do Terminal de Passageiros, atualmente com 600 metros quadrados, mais do que dobrará, saltando 1,4 mil metros quadrados.
Haverá salas de embarque e desembarque com sanitários, criação de saguão central, áreas comerciais e café, além de estrutura de check-in e check-out, áreas de segurança e vistoria de bagagens e passageiros e controle de acessos à área restrita. “Tive a oportunidade de ver a planta do projeto e o resultado final será maravilhoso”, revelou Engler.
O novo terminal ainda terá sistemas de esteiras transportadoras de bagagens despachadas e desembarcadas, sistema de raio-x para inspeção de bagagens despachadas, complementação da iluminação do pátio e iluminação do novo estacionamento, além de sistema de climatização.
Contará, ainda, com sistema de combate a incêndios, com caminhão especial de bombeiros, avaliado em R$ 1,5 milhão, destinado integralmente ao local. “Será, sem dúvida, a estrutura de aeroporto que Franca merece e dará as condições necessárias para que as empresas contem com o que necessitam para oferecer opções de vôo à cidade e à região”, disse o deputado.

 

INTERESSE COMERCIAL
Conforme o deputado Roberto Engler tem dito desde o início do ano, com base no que informa o Daesp, a empresa interessada em operar em Franca seria a Azul Linhas Aéreas. A companhia se uniu, recentemente, à Trip, se tornando a terceira maior companhia aérea do País, atrás somente de GOL e TAM.
A empresa alcança 48 destinos brasileiros com mais de 400 vôos diários e uma frota de 54 aviões.
Segundo o superintendente Ricardo Volpe, a fusão não alterou os planos de incluir Franca entre seus destinos. “A manutenção do interesse valoriza o potencial de Franca. No entanto, a definição da implantação dos vôos comerciais, somente poderá ser definida quando o Lund Presotto estiver pronto. Esperamos que em setembro isso ocorra da melhor maneira para Franca”, afirmou o deputado Roberto Engler.