25/06/2012

Seis cidades da região assinam convênios para ter creches

Roberto Engler

Investimento em cada unidade deve ser de R$ 1,7 milhão

 

25/06/2012 - Seis cidades da região de Franca assinaram, na última semana, convênios para ter creches-escolas: São José da Bela Vista, Pedregulho, Itirapuã, Guará, Jeriquara e Miguelópolis. O deputado estadual Roberto Engler (PSDB) atuou, juntamente com os prefeitos de cada município, para a concretização dos convênios com o Governo do Estado, que vai financiar as unidades. Restinga já assinou documento idêntico há algumas semanas.
Entre construção e equipamentos, o investimento deve ser de aproximadamente R$ 1,7 milhão em cada uma delas. “Sem dúvida é uma grande conquista e mais uma demonstração de que o Governo do Estado tem priorizado as parcerias com os municípios, uma forma de gerir que dá resultado direto na vida das pessoas”, avalia Engler
A cerimônia de assinatura dos convênios foi conduzida pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB). No total, foram celebradas parcerias no valor de R$ 162 milhões para 217 municípios.
A contrapartida das cidades é a doação dos terrenos onde serão erguidas as creches. Além disso, é o município que administra a construção com verba estadual e, posteriormente, responde pela manutenção das unidades.
Cada Prefeitura deve licitar as obras nos próximos dias e a previsão é de que em cerca de seis meses, a partir do inícios das obras, as unidades estejam concluídas. As creches tem projeto padrão desenvolvido pela FDE (Fundação para o Desenvolvimento da Educação), órgão ligado à Secretaria Estadual de Educação. O repasse da verba estadual deve ser realizado em seis etapas
O deputado Roberto Engler já tem resposta positiva para pedidos de creches para outros municípios da região São Joaquim da Barra, Patrocínio Paulista, Morro Agudo, Ribeirão Corrente, Guaíra, Ituverava, Buritizal e Altinópolis.
Também na última semana, na mesma cerimônia, os municípios de Cristais Paulista, Aramina e Ipuã celebraram convênios para reforço da frota de transporte escolar. Os três veículos, juntos, são avaliados em pouco mais de R$ 500 mil.