08/05/2012

Convênio libera R$ 250 mil para obras na entrada de Pontal

Roberto Engler

Verba conseguida pelo deputado Roberto Engler vai revitalizar a Av. Maria Ligia

 

08/05/2012 - O deputado estadual Roberto Engler (PSDB) e o prefeito Antonio Frederico Venturelli (PMDB) participaram, hoje (8), na capital, de assinatura de convênio para liberação de R$ 250 mil para Pontal. A verba, intermediada pelo parlamentar estadual, será utilizada na revitalização da Avenida Maria Ligia Neves Spíndola.
A celebração da parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Pontal foi realizada no Palácio dos Bandeirantes e teve a participação do governador Geraldo Alckmin (PSDB). O dinheiro deve chegar aos cofres do município em poucos dias.
Engler anunciou a liberação dos recursos no fim de março, durante visita a Pontal para recebimento do título de cidadão pontalense. “A Prefeitura foi rápida no envio da documentação necessária em repasses deste tipo e o processo tramitou aceleradamente. Com isso, quem ganha é a população”, afirmou o tucano.
O deputado reiterou ainda que mais dois repasses para o município vão se concretizar ainda em 2012: as liberações de R$ 200 mil para melhorias do recinto da Festa do Peão e de uma ambulância no valor de R$ 89 mil para o município. “São recursos já garantidos, mas que, dependendo do período eleitoral, podem chegar somente no fim do ano”, esclareceu.
Engler, o prefeito Frederico, a diretora municipal de Cultura e Turismo, Adriana Cardoso P. Silva, e o chefe da Casa da Cultura, Márcio Lopes, ainda trabalham para que o Governo do Estado financie a transformação de um armazém ferroviário e outras construções históricas em um grande espaço cultural.
O projeto prevê a revitalização de edificações já erguidas, com as devidas adaptações para transformá-las em um auditório cine-teatro com 210 lugares e uma ampla sala de exposições, e tem custo estimado de R$ 650 mil.
O antigo armazém ferroviário foi construído em 1904, tem 650 metros quadrados e se localiza em área de 50 mil metros quadrados, ao lado de outras construções históricas, a uma distância de 100 metros da Praça da Matriz, no coração da cidade.
A liberação dos recursos depende de autorização do governador Geraldo Alckmin (PSDB). Há algumas semanas, Engler, o prefeito Frederico, a diretora municipal de Cultura e Turismo, Adriana Cardoso P. Silva, o chefe da Casa da Cultura, Márcio Lopes, se reuniram com o subsecretário de Relações com os Municípios, da Casa Civil, Rubens Cury, apresentando a ideia. “Neste caso, ainda precisamos aguardar uma resposta do Governo”, disse o deputado.