19/04/2012

Santa Casa de Pitangueiras terá novo raio-x

Roberto Engler

Equipamento com valor estimado de R$ 250 mil será liberado pelo Estado
 

19/04/2012 - Com a intermediação do deputado estadual Roberto Engler (PSDB), o Governo do Estado de São Paulo deve liberar um novo aparelho de raio-x para a Santa Casa de Pitangueiras. O equipamento tem valor estimado de R$ 250 mil e substituirá um dos dois utilizados atualmente pelo hospital. 
A liberação do raio-x foi resultado de pedido da vereadora Maria Ignês Bidim Silva (PP) e do provedor da Santa Casa, João Rocha. Rocha e Engler participaram de audiência com o coordenador de regiões de Saúde, Affonso Viviani Júnior, na terça-feira (17), em São Paulo, e obtiveram do coordenador aval para a solicitação.
O provedor da Santa Casa agradeceu o empenho do deputado, a quem chama de professor. “O professor Engler já foi parceiro da Santa Casa em outras oportunidades e esse equipamento é mais uma ajuda fundamental para o nosso hospital”, disse.
Engler comemorou o resultado da audiência. “Bom saber que o atendimento em Saúde em Pitangueiras poderá ser melhorado com essa conquista. Agradeço à Secretaria de Saúde e ao Governo do Estado”, afirmou o deputado.
No último dia 3, acompanhado da vereadora Maria Ignês, sua parceira política na cidade, e do assessor parlamentar municipal, Carlos Aimar Cardone, Engler visitou a Santa Casa de Pitangueiras. Ele intermediou, em outubro de 2011, outra liberação de recursos estaduais, R$ 100 mil, para a Santa Casa. A verba foi utilizada para fins de custeio.

 

APAE
Também a partir da parceria Engler/Maria Ignês, a Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Pitangueiras deve receber R$ 100 mil em breve. O dinheiro será investido na aquisição de equipamentos.
O processo de formalização de convênio entre a entidade e o Governo do Estado, condição para o repasse, está em andamento. “Tenho uma história de trabalho pela Santa Casa e pelas entidades de Pitangueiras, com a ajuda da amiga Maria Ignês e esse é mais um capítulo. Fico honrado em ser um instrumento da cidade e das pessoas que nela moram”, disse Engler.