05/03/2012

Asilo Nossa Senhora d'Aparecida deve receber verba

Roberto Engler

A pedido do deputado Roberto Engler, entidade terá R$ 40 mil vindos do Estado

 

09/03/2012 - O Centro de Ação Social Nossa Senhora d’Aparecida, de Guaíra, vai receber R$ 40 mil em recursos do Governo do Estado. A entidade completou as etapas de documentação de convênio assinado no fim do ano passado e o Governo do Estado deve promover o pagamento nos próximos dias. O dinheiro, intermediado pelo deputado estadual Roberto Engler (PSDB) será utilizado na aquisição de móveis e equipamentos.
No fim do ano passado, o asilo já havia formalizado o convênio para o repasse. A espécie de contrato entre a entidade e o Governo do Estado dava o prazo de três meses (até o fim deste mês de março) para completar a documentação exigida. A meta foi cumprida antes do prazo.
“Como o convênio já está assinado, agora é só checar algumas pequenas exigências, como certidões. Aí, o Governo libera a verba para que ela seja investida e possa se converter em ganho real para os idosos atendidos pelo Centro de Ação Social Nossa Senhora d’Aparecida”, explica Engler.
Entre o fim de 2011 e o início deste ano, duas entidades de Guairá já receberam recursos por meio da atuação do parlamentar. A Sogube (Sociedade Guairense de Beneficência), com R$ 40 mil, e a Santa Casa, com R$ 150 mil. “Temos uma trajetória de ajuda às entidades guairenses e essa é uma vertente constante de nosso trabalho”, afirma o tucano.
Engler ressalta que todos esses repasses estão diretamente ligados à interlocução feita por lideranças municipais com o do vereador José Reginaldo Moretti (PSDB) e o vice-prefeito de Guaíra, Edvaldo Morais (PSDB). “Os amigos Moretti e Edvaldo são aquelas pessoas que conhecem as necessidades da comunidade e servem de “olheiros” para que possa ser útil à querida população de Guaíra”, diz.
CSU
Há dez dias, deu entrada na Assembleia Legislativa de São Paulo o projeto de lei 80/2012, de autoria do Poder Executivo do Estado de São Paulo, que prevê que o município de Guaíra receba, em doação, imóvel de 17 mil metros quadrados (na Rua 28), onde funciona o CSU (Centro Social Urbano).
A proposta teve como articulador o deputado Roberto Engler que, depois de pedidos feitos pelo prefeito José Carlos Augusto (DEM), por seu vice Edvaldo Morais e pelo vereador José Reginaldo Moretti, atuou para acelerar a formalização da doação.
No fim do ano passado, Engler se reuniu com o secretário estadual de Esporte, Lazer e Juventude, Benedito Fernandes, e obteve dele esse compromisso. “O próprio secretário disse que o CSU já é administrado pelo município e que não haveria razão para colocar objeção ao repasse do imóvel”, lembra o deputado.
Desde a reunião, os trâmites necessários para elaborar o projeto de lei foram desenvolvidos pela Casa Civil. Há duas semanas, o prefeito José Carlos Augusto esteve em São Paulo reiterando, ao Palácio dos Bandeirantes, a necessidade urgente do envio do projeto de lei à Alesp.
A intenção é efetuar reformas e adequações no prédio do CSU. “Para os investimentos da Prefeitura possam ser ainda maiores do que têm sido, é preciso que o município tenha a titularidade do imóvel”, afirma o prefeito.