14/06/2018

Márcio França oficializa a Aglomeração Urbana de Franca

Região intermunicipal vai reunir 19 cidades

imagem_destaque

Márcio França e Roberto Engler em Franca exibem o certificado de Franca / Foto: Igor do Vale

O governador Márcio França (PSB) oficializou, na manhã desta quinta-feira (14), em Franca, a criação da AUF (Aglomeração Urbana da Região Franca). O órgão é fruto de trabalho do deputado estadual Roberto Engler (PSB) para fortalecimento e integração de 19 municípios da região.


Há 20 dias, o governador Márcio França sancionou a Lei Complementar 1323/2018, que criou a AUF. Nesta quinta (14), acompanhado do presidente da Emplasa (Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano), Luiz José Pedretti, entregou a certificação aos municípios que vão fazer parte do órgão intermunicipal.


Dezenove cidades vão formar a Aglomeração Urbana da Região de Franca: Aramina, Buritizal, Cristais Paulista, Franca, Guaíra, Guará, Igarapava, Ipuã, Itirapuã, Ituverava, Jeriquara, Miguelópolis, Patrocínio Paulista, Pedregulho, Restinga, Ribeirão Corrente, Rifaina, São Joaquim da Barra e São José da Bela Vista. As populações das cidades somam cerca de 700 mil habitantes, segundo o IBGE.


“Agradeço ao governador Márcio França pela deferência de vir até Franca para oficializar essa importante conquista. Agradeço também a todos aqueles que nos ajudaram na concretização desse trabalho, em especial ao secretário de Assuntos Metropolitanos, Edmur Mesquita, e ao G6 (Grupo Político Econômico Suprapartidário de Franca). Uma vez consolidada, a Aglomeração Urbana vai beneficiar demais as nossas cidades, não apenas com um planejamento integrado, mas também com fortalecimento político e maior captação de recursos para seu desenvolvimento”, disse o deputado Roberto Engler.


“A Aglomeração Urbana é algo novo e é normal que muitos ainda não entendam por completo. Aos poucos, as pessoas vão compreender melhor, na medida em que os avanços forem se concretizando”, afirmou o deputado estadual Roberto Engler, que, ao longo de 2017, juntamente com lideranças das cidades envolvidas, preparou a criação da Aglomeração Urbana da Região de Franca. 



COMO FUNCIONA

A criação da Aglomeração Urbana da região de Franca traz potenciais ganhos para as cidades envolvidas. A definição de políticas públicas para o conjunto de municípios envolvidos tende a resultar em mais facilidade para a captação de investimentos e em soluções ao mesmo tempo mais eficientes e mais baratas. Beneficia, ainda, o planejamento de médio e longo prazo para a região.


As ações a serem empreendidas na Aglomeração Urbana passam pela deliberação de dois conselhos, o de desenvolvimento e o consultivo. O primeiro é composto por representantes do Governo do Estado e das prefeituras das cidades que fazem parte da região. O segundo é formado por câmaras temáticas, com a participação da sociedade civil. Em breve, a Secretaria de Assuntos Metropolitanos e a Emplasa (Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano) devem vir a Franca para iniciar as tratativas para a implantação da AUF.


O início das discussões sobre a Aglomeração Urbana da Região de Franca se deu em setembro de 2016, a partir de audiências entre o deputado estadual Roberto Engler e o subsecretário de Assuntos Metropolitanos, Edmur Mesquita, na capital.


Em março de 2017, um grande evento, coordenado pelo deputado Roberto Engler, com a participação do subsecretário Edmur Mesquita e do diretor presidente da Emplasa (Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano), Luiz José Pedretti, reuniu cerca de 300 pessoas em Franca e acelerou o processo de estudos do órgão intermunicipal, trabalho realizado pela Emplasa. Em seguida, ocorreram ainda um encontro para análises técnicas e coleta de dados da região e duas audiências públicas, sediadas em Franca e São Joaquim da Barra.