16/04/2018

Proposta homenageia prefeito Maurício Sandoval Ribeiro

Ponte na Rodovia Cândido Portinari deve receber nome do político

O projeto de lei 216/2018, de autoria do deputado estadual Roberto Engler (PSB), denomina Prefeito Maurício Sandoval Ribeiro a ponte sobre o Rio Sapucaí localizada no quilômetro 372 da Rodovia Cândido Portinari, na divisa entre Batatais e Restinga. A proposta foi publicada no Diário Oficial de sexta-feira (13) e inicia a tramitação pelas comissões temáticas da Assembleia Legislativa.

“Além de um amigo, o Maurício foi um homem público carismático e dedicado, sem dúvida uma das grandes figuras políticas da história de Franca. É com muita alegria que apresentamos esse projeto de lei e que registramos o quanto o trabalho dele foi importante para o desenvolvimento de Franca e da região também”, disse o deputado Roberto Engler.

Filho de Nelson Deocleciano Ribeiro e Maria Augusta Sandoval Ribeiro, Maurício Sandoval Ribeiro nasceu em 1940, em Franca. Estudou nas escolas estaduais Coronel Francisco Martins e Torquato Caleiro e se formou em Direito pela Faculdade de Direito de Franca. Foi casado com Regina Célia Gilberti Ribeiro, com quem teve três filhos.

Maurício Sandoval Ribeiro marcou a história de Franca, tendo sido prefeito por duas oportunidades, entre 1977 e 1983 e entre 1989 e 1992. Bom administrador e grande empreendedor, foi responsável por grandes obras, entre elas a construção do Terminal Rodoviário e do prédio do Pronto-Socorro e o término do Teatro Municipal.

Suas gestões marcaram a expansão urbana de Franca, com a ampliação do número de bairros e grandes investimentos em Saneamento Básico e na pavimentação de ruas. 

Somente em seu primeiro Governo, aprovou 73 novos loteamentos, que acrescentaram dois terços ao perímetro urbano então existente. Nesse período, surgiram diversos grandes bairros francanos, entre eles Parque Vicente Leporace, Complexo Aeroporto, City Petrópolis, São Joaquim, Noêmia, São Luiz, Dermínio, Portinari e Paulistano.

O ex-prefeito foi também deputado estadual entre 1987 a 1988. Em 1997, deixou a carreira política e começou uma nova fase de sua vida, se dedicando ao estudo da Bíblia e se tornando Testemunha de Jeová. 

Maurício Sandoval Ribeiro faleceu em 2017.