14/12/2017

Reforma de escola de Bebedouro está em fase de projeto

Deputado levou pedidos da EE Paraíso Cavalcanti à FDE, ontem (13)

imagem_destaque

Roberto Engler e João Cury

Na tarde de ontem (13), em reunião com o presidente da FDE (Fundação para o Desenvolvimento da Educação), João Cury, o deputado estadual Roberto Engler (PSDB) apresentou solicitação de reforma na Escola Estadual Doutor Paraíso Cavalcanti, de Bebedouro. Segundo o órgão, ligado à Secretaria Estadual da Educação, intervenções previstas para a unidade estão em fase de projeto.

Há uma semana, Roberto Engler visitou a EE Paraíso Cavalcanti e se reuniu com a diretora Dora Silvia Bittencourt Costa, com a vice-diretora Maria Giselda Fontanezzi Morgado e com professores. 

Os pedidos apresentados pelo deputado se referem especialmente à revitalização do prédio, a adequações para sua acessibilidade a pessoas com deficiência e a calçamento do estacionamento e da entrada da escola.

“A FDE está analisando melhorias que contemplem essas demandas. O custo total deve ser de por volta de R$ 1 milhão. Esperamos que o projeto fique pronto nos primeiros meses de 2018, quando voltaremos a tratar do assunto em busca de autorização para a realização das obras”, disse o deputado Roberto Engler.


RAUL FURQUIM
Também ontem (13), o deputado Roberto Engler se reuniu com o superintendente do DER (Departamento de Estradas de Rodagem), Ricardo Volpi, para tratar das intervenções previstas para a Rodovia Armando de Salles Oliveira na altura do cruzamento da estrada com a Avenida Raul Furquim, em Bebedouro. O parlamentar deseja que as obras anunciadas há três anos saiam do papel.

"Lembramos ao DER toda a negociação que ocorreu na época e pedimos que os projetos sejam atualizados, para que formas de financiar as obras sejam discutidas", disse o deputado Roberto Engler.

O DER vai recuperar os planos estabelecidos em 2014 e analisar os custos atuais das obras previstas. "A partir daí, novas reuniões, com a participação de representantes de Bebedouro, poderão ser realizadas, para que cheguemos a um novo acordo", afirmou Roberto Engler.