12/12/2017

Criação de Etec em Sertãozinho depende de cessão de prédio

Assunto foi tema de audiência no Centro Paula Souza, ontem (11)

imagem_destaque

Laura Laganá e Roberto Engler

A criação de uma Etec (Escola Técnica) em Sertãozinho depende da oferta, por parte da Prefeitura Municipal, de um prédio que possa abrigar a escola. A informação foi obtida pelo deputado estadual Roberto Engler (PSDB) em audiência realizada ontem (11), com a superintendente do Centro Paula Souza, professora Laura Laganá.

Atualmente, Sertãozinho conta com oferta de cursos técnicos por meio de salas descentralizadas vinculadas à Etec José Martimiano da Silva, de Ribeirão Preto, que funcionam na Escola Estadual Winston Churchill. O Centro Paula Souza cogita a implantação de uma Etec própria, mas essa hipótese passa pela disponibilização de um imóvel.

“É possível avançar com a solicitação, mas a contrapartida da Prefeitura deve ser o imóvel. Se o município se dispuser a oferecer o prédio, o Centro Paula Souza irá a Sertãozinho avaliá-lo, para apontar eventuais adequações necessárias. Estamos à disposição da cidade para intermediar esse diálogo e apoiar a demanda junto ao Governo do Estado”, disse o deputado estadual Roberto Engler.

O envolvimento do parlamentar com a proposta de implantação de uma Etec em Sertãozinho começou depois de visita à cidade, no último dia 23 de novembro, quando de reunião com o prefeito Zezinho Gimenez (PSDB), vereadores e outras lideranças municipais, inclusive o coordenador das salas descentralizadas de Ensino Técnico de Sertãozinho, Luis Marcelo Baraldi.