29/03/2017

ETE de São Joaquim vai receber R$ 2,5 milhões neste ano

Mesmo com orçamento comprometido, Daee não crê que obras vão parar

imagem_destaque

Roberto Engler e Ricardo Borsari

O Daee (Departamento de Águas e Energia Elétrica) vai investir R$ 2,5 milhões na construção da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) de São Joaquim da Barra neste ano. A informação foi confirmada pelo superintendente do departamento, Ricardo Borsari, em audiência realizada na tarde de ontem (28), em São Paulo.

Por solicitação do vice-prefeito de São Joaquim da Barra, Éder Tavares (PSDB), o deputado Roberto Engler solicitou informações sobre a obra. A preocupação da cidade é que a construção da ETE não avance ao longo de 2017.

Ricardo Borsari, explicou que o Daee, assim como a maioria dos órgãos estaduais, tem tido dificuldades orçamentárias por conta da queda de arrecadação enfrentada pelo Governo Estadual nos últimos anos. Menos da metade da previsão de investimentos feita pelo departamento para 2017 foi autorizada. Ainda assim, ele acredita que a obra de São Joaquim não será paralisada.

“A expectativa é de que o investimento de R$ 2,5 milhões neste ano seja suficiente para avançar com as obras e encaminhar a conclusão da ETE para 2018. Na falta de recursos, é o que será possível fazer neste momento”, relatou o deputado Roberto Engler com base no que disse Ricardo Borsari. 

A Estação de Tratamento de Esgoto de São Joaquim da Barra vai tratar 100% dos esgotos domésticos da cidade, beneficiando mais de 50 mil moradores até 2030. Com a obra, aproximadamente 86 toneladas/mês de carga orgânica proveniente do esgoto doméstico deixarão de ser lançadas no Rio Sapucaí.