09/03/2017

Prédio inacabado pode abrigar o Fórum de Franca

Secretaria Estadual da Justiça vai vistoriar o imóvel

imagem_destaque

Roberto Engler e Doutor Márcio Fernando Elias Rosa

Em audiência na Secretaria Estadual da Justiça e da Cidadania, ontem (8), o deputado estadual Roberto Engler (PSDB) sugeriu que o prédio inacabado, de propriedade do Governo do Estado, localizado na Avenida Ademar Pólo Filho seja concluído e possa abrigar o Fórum de Franca. A secretaria deve vistoriar o local na próxima semana para avaliar a viabilidade dessa hipótese.

Roberto Engler se reuniu com o Doutor Márcio Fernando Elias Rosa, secretário estadual da Justiça e da Cidadania. O parlamentar expôs a trajetória do prédio ao longo dos últimos anos e ressaltou que a conclusão da obra e a instalação do Fórum ali resolveriam dois problemas ao mesmo tempo.

“O Doutor Márcio Fernando Elias Rosa demonstrou bastante interesse no tema. O imóvel tem ótima localização e, em se confirmando que não há problemas estruturais, pode ser concluído, com as devidas adaptações necessárias para acomodar muito bem o Fórum de Franca e outros órgãos ligados à Justiça”, afirmou o deputado Roberto Engler.

“Além disso, o prédio deixaria de ser um problema para a cidade. Conforme relato de moradores e da Imprensa, o local tem sido usado como esconderijo por criminosos e como ponto de uso de drogas e de prostituição. Isso precisa ser solucionado”, completou o deputado.

O prédio abandonado da Avenida Ademar Pólo Filho fica na rotatória do cruzamento da via com a Avenida Ismael Alonso y Alonso. Projetado no início da década de 1990, para abrigar a Delegacia Regional da Fazenda do Estado de São Paulo, teve suas obras paralisadas pouco depois de iniciadas e assim permanecem há mais de 20 anos.

O secretário Márcio Fernando Elias Rosa demonstrou interesse em instalar não apenas o Fórum de Franca como outros órgãos estaduais de Justiça no prédio. Ele determinou que seja feita uma avaliação inicial do edifício. Caso as primeiras impressões indiquem que o que já foi erguido está em boas condições estruturais, Elias Rosa planeja encomendar uma avaliação completa e detalhada, antes de iniciar as tratativas para que sua pasta assuma a posse do imóvel, que, atualmente, é um próprio da Secretaria Estadual da Fazenda.