02/02/2017

Lei denomina a ponte entre Morro Agudo e Jaborandi

Norma é fruto de projeto do deputado estadual Roberto Engler

imagem_destaque

Foto: Jornal O Colinense

A lei estadual 16.369 dá o nome de Benedito Francisco dos Santos à nova ponte, inaugurada no fim de 2015, sobre o Rio Pardo, localizada no km 135 da Rodovia Genoveva Lima de Carvalho Dias, entre os municípios de Jaborandi e Morro Agudo. A norma é oriunda de projeto de lei apresentado pelo deputado estadual Roberto Engler (PSDB).

A homenagem é mais uma parte da extensa atuação de Roberto Engler em relação à nova ponte, que custou R$ 14,3 milhões. A articulação política do deputado se estendeu por mais de dois anos, em parceria com lideranças das duas cidades, e foi fundamental para a obra.

“A ponte já tem servido à população da região há mais de um ano e, agora, com a lei, fica oficialmente denominada. É uma justa homenagem ao senhor Benedito Francisco dos Santos, o Ditão, que teve uma trajetória longa e bonita no cotidiano de Jaborandi”, disse o deputado estadual Roberto Engler, que apresentou a proposta depois de sugestão do vereador Marcelo Henrique Lino de Almeida (PP).

Benedito Francisco dos Santos nasceu em Ituverava, em 1943, e se mudou para Jaborandi ainda criança, onde se casou e constituiu família. Popularmente conhecido como Ditão, se considerava jaborandiense de coração. 

Desde criança, trabalhou em lavouras. Quando jovem, exerceu também as ocupações de sapateiro e de motorista. Em seguida, abriu sua própria empresa de transportes.

Foi membro e um dos fundadores do Rotary Clube de Jaborandi, membro da diretoria do Grêmio Recreativo de Jaborandi e presidente da Empresa Pública Municipal de Serviços Urbanos. Foi também um dos grandes colaboradores para a construção do Estádio Municipal de Futebol e presidiu o Jaborandi Futebol Clube. 

Idealizador da Festa do Peão de Boiadeiro, inclusive com a construção do recinto da festa, presidiu o grupo 18 de Março, realizador da festa por inúmeras vezes.

Teve longa carreira política, iniciada em 1982, como vereador, cargo que exerceu por cinco mandatos consecutivos. Foi presidente da Câmara Municipal por três vezes. Exerceu ainda o mandato de vice-prefeito.

Benedito Francisco dos Santos faleceu em 2013, vítima de ataque cardíaco.