02/02/2017

Associação Folclórica de Franca recebe utilidade pública

Instituição trabalha com cultura popular, em especial Companhia de Reis e Congadas

imagem_destaque

Deputado Roberto Engler entrega cópia da lei a Elisa Antônia de Carvalho Soares, presidente da Associação

A Associação Folclórica Tradição Cultura Popular de Franca obteve o título de utilidade pública estadual. A condição é resultado da lei estadual 16.353, oriunda do projeto de lei 423/2016, do deputado estadual Roberto Engler (PSDB) e sancionada pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB).

O título de utilidade pública estadual, além de reconhecer a idoneidade da associação, permite algumas isenções fiscais estaduais e, em conjunto com a utilidade pública federal, a isenção da quota patronal do INSS, hoje 20% sobre a remuneração de eventuais funcionários.

“Em especial pela característica cultural das atividades da Associação Folclórica de Franca é uma relevante novidade. O título de utilidade pública atesta o trabalho realizado e ainda abre margem para alguns benefícios”, diz o deputado estadual Engler.

Fundada em 2015, a Associação Folclórica Tradição Cultura Popular de Franca atua no fomento da cultura, em especial das atividades das companhias de Reis e Congadas, tais como Peregrinação, Festa de Santos Reis, Festas comunitárias ligadas a santos de devoção, Festa do Dia das Crianças, entre outras.

Além de promover a cultura da Folia de Reis e Congadas, a associação busca revelar a diversidade cultural existente em âmbito global e local, fortalecer a identidade caipira na localidade e contribuir para a conscientização a respeito da importância da divulgação e da continuidade dos elementos de dança e música da cultura caipira local, normalmente deixada em segundo plano.

“O perfil de atuação da Associação Folclórica Tradição Cultura Popular de Franca se identifica com as raízes de uma parte considerável da nossa população, que valoriza e colabora para manifestações populares como as Folias de Reis, tão ricas e tão presentes na nossa região”, ressalta o deputado estadual Roberto Engler.