24/11/2016

Roberto Engler apoia pedidos das Apaes e entidades da Educação

Secretaria se compromete a retirar exigências adicionais para efetuar repasses

imagem_destaque

Imagem mostra o deputado Roberto Engler com representantes das Apaes

A principal reivindicação atual das entidades que trabalham com a Educação de pessoas com deficiência auditiva, física, mental e autistas no estado de São Paulo é a retirada de exigências para repasses de recursos provenientes do Fundeb (Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica). O pedido tem o apoio do deputado estadual Roberto Engler (PSDB).

As instituições promoveram uma grande mobilização na tarde de ontem (23), na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Centenas de alunos, familiares e funcionários de instituições de todo o estado de São Paulo estiveram no Parlamento Paulista durante a realização de reunião para debater o assunto.

O deputado Roberto Engler, que já havia tratado do assunto com representantes da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Franca, entre eles o presidente Erismar Tanja, e da Feapaes (Federação das Apaes do Estado de São Paulo), entre eles a presidente da federação, Cristiany de Castro, na segunda-feira (21), manifestou sua concordância com a solicitação e revelou medidas tomadas nesta semana.

“Em relação às exigências adicionais que a Secretaria Estadual da Educação vem impondo às entidades, discutimos o assunto com a bancada do PSDB e recorremos ao líder do Governo, deputado Cauê Macris (PSDB), que fez contato com o secretário José Renato Nalini e nos informou que há um compromisso da pasta em retirá-las. Isso deve resolver parte do problema, que é a liberação das verbas”, afirmou Roberto Engler, que deseja obter um documento oficial que sustente essa informação.

Uma vez confirmada a solução para a continuidade dos repasses do Fundeb às entidades, o pleito que ainda segue como meta é o reajuste da quantia paga. Há três anos, o valor pago é de R$ 291 por aluno.