10/05/2016

Assembleia deve abrir CPI sobre fornecimento de merenda

Mais de 70 parlamentares já assinaram pedido de CPI

A Assembleia Legislativa deve abrir, nas próximas horas, CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar denúncias de fraude no fornecimento de merenda para escolas estaduais e prefeituras paulistas. O pedido de abertura da comissão já foi assinado por mais de 70 deputados estaduais, entre eles o deputado estadual Roberto Engler (PSDB), e deve ser protocolado na Casa amanhã (11) pela manhã. 

A CPI deve investigar contratos firmados por Cooperativas de Agricultura Familiar com o Governo do Estado de São Paulo e municípios paulistas, além de eventuais ações de agentes públicos. “É intenção de todos da Assembleia como um todo, independentemente de coloração partidária, que todas as questões sejam averiguadas, pois quem deve tem que pagar”, afirmou Roberto Engler.

Todos os deputados do PSDB aderiram ao pedido de CPI, que deve ser composta por nove integrantes titulares e nove suplentes, com prazo de 120 dias para apurar, investigar e esclarecer se houve ou não prejuízos ao erário e ao abastecimento de merenda em unidades de ensino de todo o estado de São Paulo, incluindo as escolas técnicas estaduais e federais.