01/03/2016

Roberto Engler celebra cancelamento de pedágios

“Foi uma vitória da população”, disse o parlamentar

imagem_destaque

Roberto Engler

Em novo discurso na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, o deputado estadual Roberto Engler (PSDB) celebrou, hoje (1º) o desfecho da polêmica que se estendeu pelas últimas semanas e envolveu a colocação de três novos pedágios na região de Franca. Engler afirmou que o cancelamento dos planos de novas cobranças “foi uma vitória da população”.


“O problema não existe mais. Não há mais aflição em nossa região. Da mesma forma que usei a tribuna para desabafar, volto a usar para celebrar um desfecho que ocorreu graças à mobilização da população, uma vitória que a ela deve ser creditada”, avaliou o deputado Roberto Engler após sua fala.


“Não é à toa que queria falar com o governador. Todas as manifestações públicas que fiz, na tribuna da Assembleia, por meio da Imprensa, das redes sociais, foram em nome da população da nossa região e só ocorreram porque o governador não me recebeu. Caso contrário, a conversa seria a dois, no Palácio dos Bandeirantes”, disse o parlamentar.


Na tribuna, o deputado Roberto Engler fez um histórico de toda a polêmica que envolveu a intenção de instalar novos pedágios nas rodovias Cândido Portinari, Ronan Rocha e Altino Arantes. “Sempre foi muito claro que pagaríamos uma conta que não é nossa, recebendo três pedágios sem nenhum investimento, Investimento zero. Essa era a grande injustiça que tentamos evitar”, afirmou o parlamentar.


Roberto Engler ressaltou a sucessão de fatos que acabaram definitivamente com essa hipótese, lembrando o “desabafo” feito na mesma tribuna na última semana, a reunião do governador Geraldo Alckmin (PSDB) com prefeitos da região, na sexta-feira (26), e a decisão de acabar com os novos pedágios, comunicada na noite do mesmo dia.


“O governador Geraldo Alckmin merece o nosso agradecimento, pois ele ouviu o clamor da Mogiana, considerou a opinião da população e, com sensibilidade e bom senso, decidiu resolver a questão. Que coisa boa!”, ressaltou o deputado Roberto Engler.