27/02/2016

Alckmin descarta novos pedágios na região

Decisão é fruto da intensa pressão popular e política exercida nos últimos dias

O governador Geraldo Alckmin (PSDB), em entrevista ao jornal Comércio da Franca, publicada na edição deste sábado (27), comunicou que a possibilidade de novos pedágios nas rodovias Cândido Portinari, Ronan Rocha e Altino Arantes está descartada. Alckmin afirmou, entre outras coisas, que "entendeu a mensagem da população".


A decisão é fruto da pressão popular que se intensificou desde que os planos de instalação de novas praças de pedágio na região de Franca foram revelados. O deputado estadual Roberto Engler (PSDB), uma das principais lideranças a se opor aos novos pedágios, comemorou a definição do governador.


"É uma grande vitória da população, que teve sua opinião respeitada. E o governador Geraldo Alckmin demonstrou bom senso e sensibilidade, ao dizer que "entendeu a mensagem da população". Parabéns a todos que se envolveram com a causa, na busca de combater a injustiça que se cogitou fazer com a nossa região", disse Roberto Engler.


Segundo as informações do jornal Comércio da Franca, o governador Geraldo Alckmin afirmou que as concessões nas rodovias de Franca continuarão como estão. Assim, os trechos da Cândido Portinari entre Franca e Rifaina, da Ronan Rocha entre Itirapuã e a divisa com Minas Gerais e da Altino Arantes entre Batatais e Altinópolis estão fora do Lote C do novo plano de concessões de rodovias e permanecerão sob responsabilidade do DER (Departamento de Estradas de Rodagem). Alckmin ainda afirmou que o preço dos atuais pedágios deve ser reduzido em cerca de 30%.