10/12/2015

Construção de poços na Boa Sorte deve começar ainda neste ano

Melhorias vão reforçar captação de água no assentamento

imagem_destaque

Deputado Roberto Engler durante visita ao Assentamento Boa Sorte

Na manhã desta quinta-feira (10), em visita ao Assentamento 17 de Abril, na antiga Fazenda Horto da Boa Sorte, em Restinga, o diretor do Itesp (Instituto de Terras do Estado de São Paulo), Marcos Pilla, acompanhado do deputado estadual Roberto Engler (PSDB), anunciou que a perfuração de três poços profundos para captação de água no assentamento deve começar ainda em 2015
.
O investimento total estimado para as melhorias é de R$ 450 mil e atende pedido do deputado estadual Roberto Engler (PSDB), depois de reivindicação feita por produtores do assentamento. 

Além de Marcos Pilla e Roberto Engler, estiveram presentes também a prefeita de Restinga, Luciene Martins Faria Fernandes (PRB), o presidente da Câmara Municipal, Osvaldo Martini Miguel Cubas, o Torrinha (PSB), e o vereador Cleiton Cândido (DEM).

Atualmente, cerca de 30% dos lotes da antiga Fazenda Horto da Boa Sorte sofrem com instabilidade no abastecimento de água. A captação adicional deve normalizar esse serviço e resolver os problemas existentes. 

A necessidade do aumento da captação de água no assentamento foi apresentada ao Itesp em 2014, quando de outra melhoria já realizada: a retirada de alguns dos tocos de árvores que atrapalham o cultivo da terra em parte dos lotes.

“Pouco a pouco, com o apoio essencial do Itesp, sem o qual seria impossível atuar, algumas das prioridades do Assentamento Boa Sorte vão sendo alcançadas. A questão da água é fundamental, especialmente para os agricultores”, disse o deputado estadual Roberto Engler.


OUTRAS METAS
A visita do diretor do Itesp, Marcos Pilla, e do deputado Roberto Engler ofereceu oportunidade para que as lideranças do Assentamento Boa Sorte pudessem apresentar outras reivindicações. A principal delas é a construção de um reservatório para armazenamento da água com capacidade para pelo menos 200 mil litros. O custo dessa melhoria será levantado pelo Itesp.

Marcos Pilla aproveitou para falar ainda sobre medidas previstas no PL (Projeto de Lei) 1209/2015, que aborda os recursos fundiários no estado de São Paulo. O diretor do Itesp ressaltou mudanças benéficas previstas na proposta, como novas regras para a titulação da terra por parte dos beneficiários e a inclusão de um segundo titular (filho do beneficiário) no cadastro para obtenção de financiamentos públicos voltados às atividades rurais.

O PL 1209/2015 está pronto para votação na Assembleia Legislativa e o deputado estadual Roberto Engler se comprometeu a trabalhar para acelerar a aprovação da matéria.

O Assentamento 17 de Abril foi implantado na antiga Fazenda Horto da Boa Sorte, em Restinga, região de Franca, em setembro de 1998, e possui 159 lotes. Abriga mais de 200 famílias, que promovem atividades de agricultura, em especial a produção de frutas, legumes e verduras, além da criação de animais. Sua área total é de 2.979 hectares.