06/07/2015

Francal 2015 começa com otimismo

Crise econômica não impede expectativa positiva sobre a feira

imagem_destaque

Roberto Engler (direita) acompanha o discurso do governador Geraldo Alckmin.

A abertura da 47ª Francal (Feira Internacional da Moda em Calçados e Acessórios), na manhã desta segunda-feira (6), foi marcada por otimismo. “Alavancagem”, “retomada” e “virada”para o setor foram algumas das palavras que ditaram o teor das falas das lideranças políticas e calçadistas presentes.

A cerimônia teve a participação do governador Geraldo Alckmin (PSDB), do deputado estadual Roberto Engler (PSDB), do presidente da Abicalçados (Associação Brasileira da Indústria de Calçados), Heitor Klein, e do presidente da Ablac, (Associação Brasileira de Lojistas de Artefatos e Calçados), Imad Esper, entre outros. 

Todos foram recepcionados pelo anfitrião, presidente da Francal, Abdala Jamil Abdala. “A Francal, que sempre foi um marco na promoção do sapato, fará a alavancagem dos negócios que o setor espera”, afirmou Abdala. Segundo ele, a Francal Feiras investiu muito para trazer importadores, além de lojistas de todo o País, buscando acelerar as vendas no segundo semestre.

O governador Geraldo Alckmin ressaltou a importância do setor calçadista na geração de empregos e citou Juscelino Kubitschek ao dizer que acredita numa “retomada”. “Os otimistas podem errar, mas os pessimistas já começam errado”, reproduziu.

O deputado estadual Roberto Engler afirmou deixar a abertura da feira mais animado do que esteve ao chegar. “A atual conjuntura é bastante complicada, mas nos dá entusiasmo ver que os empresários sabem das dificuldades, mas não as temem. Temos a esperança de que a Francal sirva de estopim para o início de uma mudança para melhor, gerando emprego e renda para o setor e, em especial, para a nossa Franca”, revelou.

Na opinião do presidente da Ablac, Imad Esper, a Francal é um trunfo para fortalecer o setor varejista de calçados, que perdeu 5% de vendas no primeiro semestre do ano. 

O presidente da Abicalçados, Heitor Klein, acredita que há circunstâncias que permitem ver que o movimento da “virada” do setor chegou. Dentro de dois anos, ele imagina, a indústria poderá chegar aos US$ 2 bilhões em exportações, recuperando o volume de cinco anos atrás.


SOBRE A FRANCAL
A Francal é o evento brasileiro oficial de lançamento das coleções primavera-verão, responsável por volume significativo dos negócios da cadeia produtiva do setor. 

Neste ano, a feira realiza sua 47ª edição numa área total do de 82 mil metros quadrados, equivalente a todo o complexo de exposições do Anhembi, em São Paulo, e reúne mais de 800 fabricantes nacionais – com cerca de 2 mil marcas - de calçados masculinos, femininos, infantis e esportivos, bolsas, mochilas, cintos, carteiras e malas, bijuterias e outros acessórios de moda se reúnem em quatro dias para lançar as grandes novidades para o verão. São esperados mais de 50 mil profissionais do setor de todo o Brasil e compradores internacionais de cerca de 70 países.


Com informações de Primeira Página, Assessoria de Comunicação e Eventos/Francal Feiras