04/06/2015

Ronan Rocha: duplicação deve custar R$ 60 milhões

Obras incluem trevo mais seguro para acesso a Itirapuã e começam em 2016

imagem_destaque

Serão novos 9,5 quilômetros de pista dupla na Ronan Rocha

A duplicação dos 9,5 quilômetros da Rodovia Ronan Rocha entre Patrocínio Paulista e Itirapuã tem investimento estimado em R$ 60 milhões. Essa é a informação repassada pela concessionária que administra o trecho ao deputado estadual Roberto Engler (PSDB), que solicitou a construção de um novo trevo em desnível no acesso a Itirapuã, o que deve ser atendido.

O início das melhorias na rodovia só deve ocorrer no primeiro semestre de 2016. Até lá, a Autovias, que realizará a duplicação e as demais intervenções, pretende obter licença ambiental para as obras.

“Franca e região vão receber mais um grande investimento viário, que inclui uma nova ponte e que vai também atender um pedido antigo de Itirapuã, por mais segurança para quem chega e quem sai da cidade. De início, houve a expectativa de obras ainda neste ano, mas não deve se confirmar”, afirmou o deputado estadual Roberto Engler.

Engler participa do esforço para a duplicação da Rodovia Ronan Rocha entre Patrocínio Paulista e Itirapuã há cerca de 20 anos. A concessão da rodovia, oficializada na década de 1990, previa as obras, mas condicionava sua realização ao tráfego existente no trecho.

“A interlocução para que a duplicação pudesse ser realizada vem de muito tempo e envolveu especialmente autoridades de Patrocínio Paulista e Itirapuã. A mobilização política de diversas lideranças municipais agora é premiada. Por fim, sem dúvida, o ganho de segurança, que vai poupar vidas, é o grande avanço que o anúncio dessas obras traz”, completa o deputado.

O critério estabelecido no contrato entre o Governo do Estado e a concessionária diz que, para a duplicação, o número médio de veículos que utilizam a via deveria alcançar a marca de 5 mil/dia, patamar já ultrapassado atualmente. O critério técnico foi decisivo para que o clamor pela obra fosse, enfim, possível de ser atendido. 


ESTRADA VELHA FRANCA-BATATAIS
A duplicação da rodovia Ronan Rocha também foi assunto de encontro do deputado estadual Roberto Engler com o secretário estadual de Logística e Transportes, Duarte Nogueira, na manhã de quarta-feira (3), em São Paulo. No entanto, durante a audiência a principal reivindicação foi a pavimentação e recuperação da Estrada Velha Franca-Batatais (Rodovia Rio Negro e Solimões). 

Roberto Engler tem cobrado que as melhorias possam ser realizadas o mais rápido possível. Informações do DER dão conta de que o projeto está recebendo os últimos ajustes. Sua conclusão deve ocorrer até o fim de julho deste ano. 

A publicação da concorrência pública das melhorias só deve ocorrer no segundo semestre. As intervenções na estrada incluem 35 quilômetros de asfalto novo e recuperação de outros 11 quilômetros. A obra tem custo estimado de R$ 86 milhões.

“Mais uma vez, reiteramos a importância das obras na Estrada Velha. Essa é a principal prioridade que se refere a rodovias na nossa região e o secretário sabe dessa luta e pretende incluí-la na programação de investimentos para 2016”, disse o deputado estadual Roberto Engler.

A Estrada Velha Franca-Batatais dá acesso a uma série de propriedades rurais nas duas cidades. Os trechos de pavimentação estão compreendidos entre os quilômetros 354,6 e 378,2 e 387 e 398,4. Os dois segmentos de recuperação do asfalto estão entre os quilômetros 352,3 e 354,6 e 378,2 e 387. Além disso, toda a estrada deve ganhar acostamento novo.