12/05/2015

Roberto Engler confere obras do canil da PM em Franca

Entre outras ocorrências, cães podem apoiar busca de entorpecentes e explosivos

imagem_destaque

Coronel Juliani, Roberto Engler e Major Silvana

Em breve, a Polícia Militar de Franca e região vai passar a contar com soldados especiais: cães. O deputado estadual Roberto Engler (PSDB) visitou, ontem (11), o Comando Regional da PM, na sede do 15º Batalhão, e viu de perto a construção do canil que vai dar abrigo e permitir o treinamento dos cachorros.

O espaço está sendo financiado com contribuições da comunidade. Cerca de R$ 80 mil estão sendo investidos para construção de sete baias – que vão abrigar os cães –, e de salas administrativa e para atendimento veterinário.

“O canil é um desejo antigo do 15º Batalhão e, enfim, com a participação essencial da comunidade, que deve ser aplaudida e reconhecida, vai se tornando realidade. Os ganhos que os cães oferecem à atuação dos policiais são enormes”, ressalta o deputado estadual Roberto Engler.

O comandante regional da PM, Coronel Paulo Eduardo Sigolo Juliani, a subcomandante Major Silvana Helena Sozza, o Tenente Marcel Pereira e outros oficiais receberam o deputado, na manhã de ontem (11). 

Pereira vai ser o principal adestrador do Batalhão. Ele já participou de treinamento da corporação, na capital, onde assimilou conhecimentos, e também fez cursos adicionais, por sua própria conta. Seu companheiro de aprendizado tem sido Draco, um pastor alemão que deve ser o primeiro soldado do Canil da PM em Franca.

Enquanto a construção do canil se conclui, resta a regularização do espaço da estrutura interna da PM. O equipamento de Franca vai estar vinculado ao Canil Central da Polícia Militar, que fica em São Paulo. 

Uma vez concluídas as obras e oficializada a existência da unidade regional, novos cães devem chegar à Franca. “Vamos tentar acelerar essa oficialização junto ao Comando Estadual da Polícia Militar para que nosso canil tenha sua tropa reforçada”, revela o deputado Roberto Engler.

O trabalho dos cães da PM envolve busca de entorpecentes, explosivos e pessoas, apoio em jogos de futebol, controle de rebeliões e patrulhamento ostensivo e preventivo, entre outras atividades. O reforço confere mais agilidade e eficiência ao trabalho dos policiais.