31/03/2015

Iniciada a duplicação da Maurílio Biagi

Duplicação representa investimento será de cerca de R$ 30 milhões

imagem_destaque

Homens e máquinas trabalham na Maurílio Biagi

A duplicação dos 9,7 quilômetros da Rodovia Maurílio Biagi (SPA-343, da SP-322), entre Sertãozinho e Pontal, com custo aproximado de R$ 30 milhões, foi iniciada hoje (31). Ações de limpeza e montagem do canteiro de obras foram vistas nesta manhã ao longo da estrada.

O início das intervenções atesta informações obtidas pelo deputado estadual Roberto Engler (PSDB) ao longo deste mês. A ordem de serviço da obra foi expedida há uma semana, confirmando previsão que já havia sido feita pelo superintendente do DER, Armando Costa Ferreira, ao parlamentar, em audiência realizada no dia 10 de março.

“O início da duplicação da Maurílio Biagi é motivo de alegria, porque sabemos que a estrada estará mais segura, que acidentes serão evitados e que vidas serão salvas. O esforço foi persistente, a espera foi longa, mas, agora, temos a satisfação de saber que as máquinas e os trabalhadores estão na pista”, disse o deputado estadual Roberto Engler. 

A licitação internacional para realização das obras já havia sido concluída há algumas semanas, no entanto o início dependia de contratação de empresa para supervisionar as intervenções. A supervisão adicional deve ser contratada é uma das exigências do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).

A duplicação da Maurílio Biagi está inserida em um pacote de obras do DER que contam com aporte de recursos internacionais de quase R$ 1 bilhão, dinheiro emprestado pelo BID ao Governo do Estado de São Paulo, que ofereceu contrapartida de cerca de R$ 500 milhões.

Há mais de três anos, o deputado estadual Roberto Engler tem trabalhado pelas melhorias na Maurílio Biagi, em parceria com lideranças de Pontal e de Sertãozinho, em especial o vice-prefeito de Sertãozinho, Valter Almussa (PSB), o vereador de Sertãozinho, Márcio Leite (PPS), e os vereadores pontalenses Leandro Gasqui (PSDB) e Regi Bazan (PRP).

Desde 2012, a interlocução junto à Secretaria Estadual de Transportes, ao DER e à Secretaria Estadual da Casa Civil foi intensificada. Em março daquele ano, quando recebeu o título de cidadão pontalense, o parlamentar manifestou, pela primeira vez, sua convicção de que a obra seria realizada. 

“De novo em março, três anos depois, o trabalho está sendo coroado com o início das obras”, ressaltou o deputado Roberto Engler.