25/06/2014

Assinado financiamento da duplicação da Maurílio Biagi

Empréstimo do Governo do Estado junto ao BID foi sacramentado

imagem_destaque

Geraldo Alckmin, Roberto Engler e lideranças de Sertãozinho e Pontal

Contrato de empréstimo do Governo do Estado de São Paulo junto ao BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) foi assinado na tarde de hoje (25), no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo. O valor do aporte de recursos internacionais é de quase R$ 1 bilhão. A contrapartida do Governo do Estado é de cerca de R$ 500 milhões.

Os recursos serão investidos em 28 diferentes obras do DER (Departamento de Estradas de Rodagem) em todo o estado, inclusive a duplicação dos 9,7 quilômetros da Rodovia Maurílio Biagi (SPA-343, da SP-322), entre Sertãozinho e Pontal, com custo estimado em R$ 32,2 milhões.

O deputado estadual Roberto Engler (PSDB), o vice-prefeito de Sertãozinho, Valter Almussa (PSB), os vereadores de Sertãozinho, Márcio Leite (PPS) e Rodrigo Chicória (SOL), o prefeito de Pontal, André Carneiro (PSB), a vice-prefeita Dionísia Galvão (PPS) e os vereadores pontalenses Leandro Gasqui (PSDB), Regi Bazan (PRP), Gilmar Stropa (PHS), Valéria Andrucioli (PDT), Misael Felipe (PSDB), Danna Basso (PTB), Waldirene Liporini (PPS), Marcus Vinicius Miguel (DEM), entre outras lideranças, participaram da cerimônia de confirmação do financiamento internacional, comanda pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB).

“É mais um passo. Há bastante tempo, tenho dito que as etapas estão sendo vencidas, uma a uma, e, depois do dia de hoje, temos um obstáculo a menos para a realização dessa obra tão aguardada, que é a duplicação da Rodovia Maurílio Biagi”, afirmou o deputado Roberto Engler.

A licitação da duplicação dos 9,7 quilômetros da Rodovia Maurílio Biagi entre Sertãozinho e Pontal está em andamento. Em julho, serão abertas as propostas das construtoras interessadas em realizar a obra. Todo o processo licitatório, com seus prazos legais, deve demorar por volta de 60 dias, o que permite prever início das obras para setembro.

Em fevereiro, aconteceu a apresentação do projeto de duplicação da Maurílio Biagi, na Câmara Municipal de Pontal. “Naquela época, a previsão de início das obras era para julho, mas isso não deve se confirmar por conta dos prazos da concorrência pública, que, por ser internacional, tem algumas singularidades”, disse o deputado Roberto Engler.


HISTÓRICO
Há mais de dois anos, o deputado estadual Roberto Engler tem trabalhado pela obra em parceria com lideranças de Pontal e de Sertãozinho, em especial o vice-prefeito de Sertãozinho, Valter Almussa, os vereadores de Sertãozinho, Márcio Leite e Rodrigo Chicória, o prefeito de Pontal, André Carneiro, e os vereadores pontalenses, Leandro Gasqui, Júlio César de Freitas e Regi Bazan.

Engler, Valter Almussa, Dionísia Galvão, Márcio Leite, Leandro Gasqui, a coordenadora do Movimento Acorda Pontal, Rosa Maria Munhoz, e o professor Edmilson Luís da Cruz se reuniram com o superintendente do DER, Clodoaldo Pelissioni, em fevereiro de 2013, em São Paulo, quando obtiveram, pela primeira vez, a confirmação de que a duplicação da Maurílio Biagi será realizada pelo Governo do Estado de São Paulo.