29/05/2014

Melhorias no Assentamento Boa Sorte começam em julho

Retirada de tocos que atrapalham o cultivo da terra foi anunciada hoje (29)

imagem_destaque

Roberto Engler durante anúncio da destoca no Assentamento Boa Sorte

A retirada de tocos de árvores que atrapalham o cultivo da terra de boa parte dos lotes do Assentamento Boa Sorte começa em julho. O anúncio da melhoria foi feito oficialmente hoje (29), no próprio assentamento, pelo Itesp (Instituto de Terras do Estado de São Paulo) e pelo deputado estadual Roberto Engler (PSDB), que intermediou R$ 800 mil para esta finalidade.

O destocamento, ou destoca, como é chamada a retirada dos troncos que restam na terra após o corte das árvores, vem sendo discutido por Engler e o diretor do Itesp, Marco Aurélio Pila de Souza, desde o ano passado. O parlamentar intermediou reforço orçamentário para o Itesp neste ano, justamente para que as famílias do assentamento vizinho a Franca fossem beneficiadas.

“Desde a metade do ano passado, temos discutido essa ação importante para que as famílias da Boa Sorte possam produzir e garantir seu sustento. Há bastante tempo, houve o corte dos eucaliptos para que se pudesse fazer o plantio, mas a maior parte dos tocos não foi arrancada e atrapalha demais o bom uso da terra”, afirma o deputado estadual Roberto Engler.

Segundo o Itesp, a área estimada com necessidade de destocamento é de 900 hectares, da qual será possível solucionar o problema em aproximadamente 25% - cerca de 230 hectares. A licitação para contratação da empresa que vai definir empresa para realizar o serviço deve ser finalizada em junho, com início de obras em julho.

O total do espaço que receberá a destoca será dividido pela quantidade de lotes que necessitam do serviço, para que cada uma das famílias seja beneficiada igualmente. “Dessa forma, teremos uma divisão justa dos ganhos em termos de área”, garante Engler.

Hoje pela manhã, o deputado estadual Roberto Engler, o prefeito de Restinga, Dejair Ferreira, o Guim (PMDB), o presidente da Câmara Municipal, Fernando Costa (PSB), o vereador Osvaldo Martini Miguel Cubas, o Torrinha (PSB), e o presidente do Diretório Municipal do PSDB em Restinga, Doutor Wellington Carlos Ferreira, entre outras lideranças, estiveram no esteve no assentamento.

Foram acompanhados de membros do Itesp, entre eles o coordenador regional do instituto, Antonio Carlos Bertocco, que representou o diretor do Itesp, Marco Aurélio Pila de Souza. Pila, que havia confirmado presença, mas teve problemas com seu vôo, oriundo de São Paulo. O pouso, previsto para Ribeirão Preto, foi deslocado para Uberlândia.

O anúncio das melhorias contou com a participação de cerca de 150 moradores do Assentamento Boa Sorte e foi motivo de comemoração.


POÇOS DE ÁGUA
Durante o encontro, ainda foi confirmado que o Itesp vai perfurar, até o fim do ano, dois poços profundos para captação de água no assentamento. A demanda foi apresentada por uma das moradoras e a previsão de obras foi confirmada por membros do instituto.

A destinação dos tocos que serão retirados e melhorias na rodovia vicinal que dá acesso ao assentamento foram outros assuntos tratados nesta manhã.

O primeiro item deve ser levado para averiguação da Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental), que poderá orientar qual finalidade pode ser dada aos troncos. Sobre a questão da vicinal, uma via municipal, a intenção é verificar se o DER (Departamento de Estradas de Rodagem) pode apoiar a Prefeitura em obras na estrada.