28/05/2014

Licitação da Cândido Portinari vai ter andamento em junho

Obra mais esperada da região deve custar R$ 117 milhões

imagem_destaque

Imagem da Cândido Portinari na saída de Franca

O DER (Departamento de Estradas de Rodagem) abre, no dia 9 de junho, os envelopes de propostas apresentadas pelas construtoras que desejam realizar a duplicação de 15 quilômetros da Rodovia Cândido Portinari, entre Franca e o acesso a Jeriquara. A obra é tratada como prioridade do Governo do Estado na região e deve significar perto de R$ 117 milhões em investimentos.

A informação foi confirmada pelo deputado estadual Roberto Engler (PSDB) junto ao DER (Departamento de Estradas de Rodagem) ontem (27) e confirmada por publicação do Diário Oficial de hoje (28). “O esforço do Governo do Estado é total para que o início da obra ocorra o mais rápido possível. O DER e o governador Geraldo Alckmin (PSDB) sabem o quanto essa duplicação significa para Franca e região”, afirma Engler.

A análise dessa documentação deve demorar até 20 dias. Depois disso, deve ser publicado o resultado da licitação. Os prazos legais previstos pela legislação que regula a concorrências públicas em todo o país levam a crer que, em julho, seja dada a autorização para início da duplicação.

O trecho de 15 quilômetros da Rodovia Cândido Portinari, com implantação de ciclovias em suas marginais, foi dividido em dois lotes distintos de obras. Um deles vai do km 406 ao km 413 e o outro do km 413 ao km 421. Uma vez iniciadas, as intervenções têm prazo estimado de 12 meses para conclusão.


RECAPEAMENTOS
Em abril, o governador Geraldo Alckmin autorizou o início de obras de recapeamento na Rodovia Cândido Portinari e na Fábio Talarico.  

Na Cândido Portinari, além do recape, há também implantação de terceiras faixas e pavimentação de acostamentos entre Jeriquara, Pedregulho e Rifaina, no valor de R$ 47,4 milhões. 

Na Fábio Talarico, as obras se estendem entre Franca e São Joaquim da Barra, com faixas adicionais e remodelação completa do trevo de acesso a São José da Bela Vista, com valor de R$ 64 milhões.

No caso da Fábio Talarico, em fvereiro, foi iniciada a duplicação de 6,5 km da Rodovia Fábio Talarico no perímetro urbano de Franca (entre o trevo com a Cândido Portinari e o fim do Distrito Industrial). A obra também foi intermediada pelo deputado estadual Roberto Engler e vai custar cerca de R$ 35 milhões.