27/05/2014

Estado deve gerir construção da ETE de São Joaquim da Barra

Esforço é para assinar convênio até o fim de junho; obra deve custar R$ 12 milhões

imagem_destaque

Alceu Segamarchi, Marcelo Mian, Mauro Arce, Roberto Engler e Éder Tavares

Segundo informações de audiência realizada na tarde de ontem (26), na Secretaria Estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, o Governo do Estado deve gerir a construção da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) de São Joaquim da Barra. Encontro na capital definiu que toda a documentação necessária para elaboração de convênio já foi entregue pelo município e que os recursos para a obra foram solicitados à Secretaria Estadual da Casa Civil.

O deputado estadual Roberto Engler (PSDB), o prefeito Marcelo Mian (PT), o vereador Éder Tavares (PSDB) e os assessores municipais Claudinei Bagatini e Gil Fleming se reuniram com o secretário estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, Mauro Arce, com o secretário adjunto, Márcio Rea, com o superintendente do Departamento de Águas e Energia Elétrica, engenheiro Alceu Segamarchi Jr., e com assessores da secretaria.

A Estação de Tratamento de Esgoto de São Joaquim está orçada em R$ 12 milhões. O esforço em curso é para que um convênio entre a Prefeitura de São Joaquim da Barra e o Governo do Estado possa ser celebrado até o fim de junho, para evitar atrasos por conta de limitações jurídicas impostas pelo início da campanha eleitoral.

Celebrado o convênio, a ideia é que o Estado gerencie a licitação e o andamento obra. Durante o encontro de ontem (26), foi confirmado que todos os documentos necessários foram apresentados pelo município para que o convênio possa ser elaborado pela secretaria. 

A pasta informou também que foi comunicada da autorização concedida pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) para que a construção da Estação de Tratamento de Esgoto de São Joaquim da Barra ocorra e que já solicitou suplementação de recursos financeiros ao Palácio dos Bandeirantes.

No último dia 21 de abril, Geraldo Alckmin garantiu, publicamente, depois de pedido do deputado estadual Roberto Engler, que o Governo do Estado vai financiar a construção da Estação de Tratamento de Esgoto de São Joaquim da Barra. O anúncio ocorreu na presença do parlamentar e de lideranças e jornalistas joaquinenses, durante visita a Franca.

O deputado Roberto Engler, o prefeito Marcelo Mian, o vereador Éder Tavares, o presidente do PSDB de São Joaquim da Barra, Adnan Amaro, os assessores da Prefeitura Municipal, Gil Fleming e Claudinei Bagatini, e jornalistas de São Joaquim da Barra, descreveram a Alckmin todo o trabalho desenvolvido para que a cidade possa ganhar uma ETE.

Engler falou das idas e vindas da obra, desde o início da negociação junto ao Governo do Estado, expondo as duas autorizações obtidas anteriormente sem que o município providenciasse o projeto da obra e ressaltou que, agora, a Prefeitura tem tudo de que precisa para construir a estação.

Depois de saber que São Joaquim da Barra é a última cidade da região sem tratamento de esgoto e se informar sobre o custo, avaliado em por volta de R$ 12 milhões, o governador Geraldo Alckmin confirmou que o Governo do Estado vai financiar a Estação de Tratamento de Esgoto de São Joaquim da Barra. “Fechado”, disse.