22/05/2014

Roberto Engler propõe criação de bolsa para alunos da Fatec

Ajuda de R$ 400/mês seria destinada a alunos carentes, limitada a um semestre

imagem_destaque

Roberto Engler no plenário da Assembleia Legislativa

O deputado estadual Roberto Engler (PSDB) propôs a inclusão de previsão orçamentária para a criação de Bolsa Permanência para alunos carentes das Fatecs (Faculdades de Tecnologia) do estado de São Paulo. Emenda apresentada ao projeto de lei 522/2014, que trata das Diretrizes Orçamentárias para 2015, prevê destinação de R$ 3,2 milhões para auxílio a 670 estudantes.

O valor mensal de bolsa previsto para alunos com vulnerabilidade socioeconômica é de R$ 400, com limite máximo de repasse por seis meses. Inicialmente, seria possível conceder a Bolsa Permanência a 1% dos alunos das Fatecs.

“A emenda apresentada teve por base o valor concedido hoje por instituições que incentivam a iniciação científica. Recebi diversas manifestações de alunos pedindo que as Fatecs pudessem contar com a Bolsa Permanência e sei, inclusive, que é uma intenção também do Centro Paula Souza”, revela o deputado Roberto Engler.

Entre as solicitações feitas por estudantes e mencionadas pelo deputado estão a do aluno da Fatec Dr. Thomaz Novelino, de Franca, Adriano Honório, durante audiência pública para discussão do Orçamento do estado para 2015, e a do aluno da Fatec Mococa, Felipe da Silva Braz, enviada por e-mail.

Engler também fez a indicação 1296/2014, ao governador Geraldo Alckmin (PSDB), pedindo que ele acate a ideia da criação da Bolsa Permanência para os alunos das Fatecs. 

O auxílio já foi um tema negociações entre representantes discentes, membros da superintendência do Centro Paula Souza, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, e da Secretaria de Gestão Pública.

Neste semestre, em todo o estado de São Paulo, as Fatecs possuem 67.383 alunos matriculados. Historicamente, pelo menos dois terços dos alunos das Fatecs são oriundos de escolas públicas.