09/05/2014

Projeto de lei dá nome de Jorge Caran à Fatec de Bebedouro

Proposta foi apresentada pelo deputado estadual Roberto Engler

imagem_destaque

Roberto Engler e Jucélia Mara Teixeira

O deputado estadual Roberto Engler (PSDB) apresentou o projeto de lei 569/2014 que dá o nome de Jorge Caran Sabbag à Fatec (Faculdade de Tecnologia) de Bebedouro. A proposta foi publicada no Diário Oficial de hoje (9).

A homenagem ao comerciante falecido em janeiro de 2010, uma das figuras mais tradicionais da sociedade bebedourense ao longo dos últimos anos, é motivada ainda pelo seu trabalho como fundador e grande incentivador da Patrulha Ecológica. 

“Foi um nome discutido com algumas lideranças de Bebedouro e que jamais obteve uma objeção. Foi uma pessoa simples, com uma vida dedicada à família e com uma atuação política, de acompanhamento e crítica, muito forte. Além disso, por seu trabalho junto à Patrulha Ecológica, pode ser considerado um educador ambiental”, afirmou o deputado Roberto Engler.

Engler esteve com a nora de Jorge Caran, Jucélia Mara Teixeira, ontem (8), em Bebedouro. “Toda a família ficou muito emocionada com essa homenagem”, disse ela.


JORGE CARAN
Nascido em Jaboticabal, em 23 de fevereiro de 1930, Jorge Caran Sabbag viveu em Bebedouro por mais de 50 anos, se notabilizando como comerciante e dono do Café Rio Branco, a Esquina do Pecado, o bar/café mais tradicional da cidade.

Figura conhecida, querida e admirada em Bebedouro, ao lado do educador ambiental João Gandra, foi criador da Patrulha Ecológica, grupo que promove ações de Educação Ambiental e para a Sustentabilidade junto a crianças e adolescentes bebedourense. 

Durante muitos anos, foi autor de coluna jornalística, intitulado em seus primórdios de Um Anjo na Esquina do Pecado. É lembrado também como um dos maiores apoiadores da Festa Direito de Viver, evento que reverte renda para o Hospital do Câncer de Barretos.

Jorge Caran Sabbag faleceu em 13 de janeiro de 2010, aos 79 anos.