25/04/2014

Guri e Orquestra Jovem de Franca fecham parceria

Alunos do projeto serão selecionados para compor a OJF

Com o objetivo de promover a especialização musical e experiências práticas fora da sala de aula, o Projeto Guri de Franca concretizou, em abril, uma parceria com a Orquestra Jovem de Franca (OJF). 

Semestralmente, o maestro e diretor artístico da OJF, Nazir Bittar, selecionará alunos do projeto das formações de cordas friccionadas (violino, viola, cello e baixo) e sopros (trompete, trombone, clarinete, flauta e saxofone). O intuito é que alunos do polo de ensino em Franca entrem também para a Orquestra, participando, ao lado de outros músicos jovens, de ensaios e apresentações, e conhecendo mais de perto o universo profissional.

Os primeiros doze alunos já foram selecionados e iniciaram os ensaios no dia 15 de abril. Um concerto inédito está previsto para os dias 25 e 26 de outubro, com local ainda indefinido.

Muitos guris já participaram de apresentações da Orquestra como convidados, como o grupo de coro do polo de Franca (ACIF Franca) e o Grupo de Referência de Franca, composto por instrumentos de cordas dedilhadas (violão, cavaco e viola caipira). Por isso, a parceria surgiu deste convívio esporádico, com a proposta de tornar esta troca mais duradoura.

“A qualidade musical dos alunos do Guri é bastante elevada e o projeto tem uma intenção clara de desenvolvimento humano que vai ao encontro da missão da Orquestra Jovem de Franca”, afirma Nazir Bittar. 

“O polo do Projeto Guri de Franca, mantido em parceria com a Acif, é um dos melhores do estado e é natural que os jovens que iniciam ali sua formação possam se juntar à orquestra, praticando e aprendendo ainda mais com o competentíssimo maestro Nazir Bittar e com os outros músicos mais experientes”, afirmou o deputado estadual Roberto Engler (PSDB), que intermediou a instalação do Guri em Franca, há 12 anos.

Criada em 2010, a OJF tem hoje 30 integrantes e é voltada para crianças e adolescentes entre 10 e 18 anos, com o objetivo de desenvolver o ensino musical, com a mesma conduta e agenda de orquestras profissionais, além de trazer a música orquestral para o dia a dia da comunidade.

“Esta parceria estrutura uma rede de profissionalização para o ensino da música, possibilitando maior vivência dos alunos do Guri, por meio de concertos e projetos especiais realizados pela Orquestra Jovem. É ainda um incentivo à carreira”, avalia Marina Oliveira, supervisora educacional do Projeto Guri em Franca.

Jéssica Sena da Silva, de 15 anos, é uma das selecionadas do primeiro grupo fruto da parceria. Segundo ela, tocar na Orquestra Jovem proporcionará o aprofundamento de seu conhecimento musical, além de interagir com outros alunos. Jéssica, que quer seguir na carreira, toca cello e entrou no Projeto Guri há três anos. “Quando era bem pequena, adorava violino e sempre gostei de música, principalmente clássica. Conheci o cello no Projeto Guri e logo me apaixonei por este instrumento”, conta. 

“Tocar no Guri e na Orquestra Jovem de Franca é uma grande oportunidade para me desenvolver e poder me tornar profissional. Gostaria de entrar para uma Orquestra e cursar uma faculdade de música. Nos ensaios da Orquestra, posso me aperfeiçoar em cada naipe e trocar experiências com alunos de diversos instrumentos”, diz Beatriz Falheiros de Sousa, de 13 anos. Beatriz, que aprende clarinete no Projeto Guri há três anos, estuda música desde os sete.

Caçula entre os selecionados e o mais novo da Orquestra, Gabriel Henrique Borges, de 9 anos, quer ser maestro profissional. “Estou aprendendo muito no Guri e nos ensaios da Orquestra. Fazer parte da OJS é uma experiência ótima. Eu já estudava pelo menos uma hora em casa, agora continuarei me aperfeiçoando”, conta ele, que toca violino e adora música clássica.

Outra importante iniciativa da parceria é a formação de um núcleo de música performática da Orquestra Jovem com o Coro do Projeto Guri de Franca, visando o aprendizado das mais diversas formas de música e cena, como operetas, oratórios, cantatas e musicais. Com cerca de 40 alunos, este núcleo ensaiará uma opereta inédita que será apresentada no município (ainda sem data definida).

O polo do Guri em Franca conta com a parceria da ACIF Franca (Associação do Comércio e Indústria de Franca) e patrocínio da Arteris e Magazine Luiza.


Com informações da Assessoria de Imprensa da Acif