21/04/2014

Alckmin garante verba para tratar esgoto de São Joaquim da Barra

Pedido do deputado Roberto Engler tem aval do governador

imagem_destaque

Roberto Engler, comitiva de São Joaquim da Barra e governador Geraldo Alckmin

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) garantiu hoje (21), publicamente, depois de pedido do deputado estadual Roberto Engler (PSDB), que o Governo do Estado vai financiar a construção da (ETE) Estação de Tratamento de Esgoto de São Joaquim da Barra. A afirmação ocorreu na presença de Engler e de lideranças e jornalistas joaquinenses.

Durante visita a Franca, em que anunciou verbas para Santa Casa da cidade, início de obras viárias, entre elas o recapeamento da Rodovia Fábio Talarico entre São Joaquim da Barra e Franca e entregou ônibus escolares e ambulâncias, o governador Geraldo Alckmin ouviu o pedido.

O deputado Roberto Engler, o prefeito Marcelo Mian (PT), o vereador Éder Tavares, o presidente do PSDB de São Joaquim da Barra, Adnan Amaro, os assessores da Prefeitura Municipal, Gil Fleming e Claudinei Bagatini, e de jornalistas de São Joaquim da Barra, descreveram a Alckmin todo o esforço que foi feito para que a cidade possa ganhar uma ETE.

Engler expôs as idas e vindas da obra, desde o início da negociação junto ao Governo do Estado, expondo as duas autorizações obtidas anteriormente se que o município providenciasse o projeto da estação e ressaltou que, agora, a Prefeitura tem tudo de que precisa para construir a estação.

Depois de saber que São Joaquim da Barra é a única cidade da região sem tratamento de esgoto e de perguntar o custo da obra, avaliada em por volta de R$ 12 milhões, o governador Geraldo Alckmin confirmou que o Governo do Estado vai financiar a obra. “Fechado”, disse.

A garantia do governador deve acelerar os preparativos para a celebração de convênio entre São Joaquim da Barra e o Governo do Estado. “É uma autorização a ser comemorada, algo que encaminha um final feliz para uma luta longa que temos liderado”, afirmou o deputado estadual Roberto Engler.

“Temos a palavra do governador, o que nos oferece a garantia de que a obra será feita. Isso é o mais importante. Agora, seguiremos tratando junto às secretarias de Estado, em especial a de Planejamento, para liberação da verba, e a de Saneamento e Recursos Hídricos, para viabilização da parceria”, completou Engler.

Há dez dias, a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) emitiu a licença ambiental para a construção da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) de São Joaquim da Barra. A autorização é para o projeto de estação compacta, que deve ocupar área de dois alqueires e está orçado em cerca de R$ 12 milhões. O município de dispõe a oferecer contrapartida.

A Prefeitura de São Joaquim da Barra deu entrada no pedido de licença ambiental junto à Cetesb no dia 31 de março. Desde então, o deputado Roberto Engler buscou acelerar o processo de expedição do documento.

Em março de 2013, o deputado estadual Roberto Engler, o prefeito Marcelo Mian (PT) reiniciaram as tratativas para que São Joaquim da Barra obtenha uma Estação de Tratamento de Esgoto com apoio do Governo do Estado de São Paulo. 

FÁBIO TALARICO
Durante a visita a Franca, nesta segunda-feira (21), o governador Geraldo Alckmin, acompanhado pelo deputado estadual Roberto Engler, autorizou o início de obras de recapeamento na Rodovia Cândido Portinari e na Fábio Talarico.  O governador também entregou ambulâncias e ônibus para vários municípios e confirmou a instalação de uma unidade do Programa Bom Prato na cidade.

Após visitarem a Santa Casa de Franca, entregar aparelho de ressonância magnética e oficializar repasses adicionais para o hospital, Alckmin, Engler e outras autoridades se dirigiram a tenda montada em frente ao Parque de Exposições Fernando Costa.

Ali, em seu discurso, o governador comemorou que a duplicação da Rodovia Fábio Talarico no perímetro urbano de Franca já esteja em andamento e autorizou o começo das obras de recapeamento da própria Fábio Talarico, entre Franca e São Joaquim da Barra, e da Cândido Portinari, entre Jeriquara e Rifaina. 

No caso da Fábio Talarico, em fevereiro, foi iniciada a duplicação de 6,5 km da Rodovia Fábio Talarico no perímetro urbano de Franca (entre o trevo com a Cândido Portinari e o fim do Distrito Industrial). A obra, intermediada pelo deputado estadual Roberto Engler, vai custar cerca de R$ 35 milhões e o governador Geraldo Alckmin fez questão de vistoriá-la antes de deixar Franca.

Além disso, a novidade é o inicio de recapeamento da Rodovia Fábio Talarico entre Franca e São Joaquim da Barra, com faixas adicionais e remodelação completa do trevo de acesso a São José da Bela Vista.

“É uma obra necessária, que liga Franca a São Joaquim e à Rodovia Anhanguera. Além disso, terá uma importante remodelação no acesso a São José da Bela Vista, dando muito mais segurança àquele local da estrada”, disse o deputado estadual Roberto Engler.

Outra obra com início autorizado foi o recapeamento, implantação de terceiras faixas e pavimentação de acostamentos da Rodovia Cândido Portinari entre Jeriquara, Pedregulho e Rifaina, no valor de R$ 47,4 milhões. A duplicação da Cândido Portinari entre Franca e o acesso a Jeriquara, com previsão de investimento de R$ 117 milhões, está prevista para começar em maio.