10/04/2014

Recape da Cândido Portinari deve ser iniciado em 20 dias

DER vai investir R$ 47 milhões em trecho que liga Jeriquara a Pedregulho e Rifaina

imagem_destaque

Clodoaldo Pelissioni e Roberto Engler

O DER (Departamento de Estradas de Rodagem) finalizou a licitação para recapeamento, implantação de terceiras faixas e pavimentação de acostamentos da Rodovia Cândido Portinari entre Jeriquara, Pedregulho e Rifaina. Segundo informações obtidas pelo deputado estadual Roberto Engler (PSDB), a autorização para início das obras deve ser dada ainda neste mês. O Governo do Estado vai investir R$ 47,4 milhões no trecho que vai dos kms 421,00 ao 454,8.


As melhorias serão executadas em duas frentes diferentes, cada qual administrada por uma empresa. “Isso fará com que as obras avancem mais rapidamente”, avalia o deputado Roberto Engler, que tem tratado das melhorias junto ao superintendente do DER, Clodoaldo Pelissioni.


O DER vai investir R$ 22 milhões nas obras previstas para o intervalo entre os km 421 e 436,25. O trecho que vai do km 436,25 ao 454,8 receberá aporte de 25,4 milhões. As vencedoras de cada um dos lotes da concorrência pública têm até 15 dias para assinar seus contratos. Depois disso, o departamento deve emitir a autorização para início da obra. 


“No mais tardar, até o início de maio o trecho de recapeamento que falta para a Cândido Portinari deve ser iniciado. Aí, restará apenas trabalharmos para que a duplicação comece”, diz o deputado estadual Roberto Engler.


Em fevereiro de 2013, foram concluídos os serviços de recapeamento de dois trechos da Rodovia Cândido Portinari, entre os km 454,8 e 456 e 459,4 e 464,8, nos municípios de Pedregulho e Rifaina. O recape com licitação finalizada agora completa a recuperação da rodovia no trecho que não vai ser duplicado neste primeiro momento (do trevo de Jeriquara a Rifaina).



DUPLICAÇÃO

A republicação da licitação para duplicação de 15 quilômetros da Rodovia Cândido Portinari, entre Franca e o acesso a Jeriquara, aconteceu no último dia 26 de março. A obra é prioridade do Governo do Estado na região e deve significar perto de R$ 117 milhões em investimentos.


Novo edital foi providenciado pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem) depois de resolvidos imprevistos ocorridos com a primeira concorrência, aberta em janeiro. Representação apresentada por cidadão comum junto ao TCE (Tribunal de Contas do Estado) provocou o adiamento da concorrência, em 14 de fevereiro. 


Assim como ocorreu com o edital publicado em quatro de janeiro último, o trecho de 15 quilômetros da Rodovia Cândido Portinari, com implantação de ciclovias em suas marginais, foi dividida em dois lotes distintos. Um deles vai do km 406 ao km 413 e o outro do km 413 ao km 421. 


Em 30 de abril, deve haver a abertura das propostas da empresas interessadas em executar a duplicação. O esforço do DER é para que as obras comecem entre o fim do mês de maio e o início de junho. Uma vez iniciadas, as intervenções têm prazo estimado de 12 meses para conclusão.