12/12/2013

Convênio garante recursos para obras em entidade de Colina

Prefeitura vai investir verba na Comunidade Terapêutica Terra Santa

imagem_destaque

Imagem de arquivo mostra o deputado Roberto Engler durante visita à Comunidade Terapêutica Terra Santa

Convênio para a liberação de R$ 40 mil para a Prefeitura Municipal de Colina foi assinado na última semana. A verba, fruto do trabalho do deputado estadual Roberto Engler (PSDB) em parceria com o prefeito Valdemir Antônio Moralles, o Mi (PSDB), e o ex-vereador Ali Zaki Sammour, o Alizinho, será utilizada para obras na Comunidade Terapêutica Terra Santa, que trabalha na recuperação de dependentes químicos.

Mi participou de assinatura de convênios realizada no Palácio dos Bandeirantes e comandada pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB). Uma vez assinado o convênio, em até 45 dias, a verba deve chegar aos cofres da Prefeitura de Colina. “A celebração da parceria é a última etapa de todo o processo. É a garantia de que o dinheiro público será convertido em ganhos diretos para a entidades e seus atendidos”, disse o deputado Roberto Engler.

Em abril deste ano, o parlamentar visitou a Comunidade Terapêutica Terra Santa, a convite do presidente da Casa Assistencial Nosso Lar Amigos do Bem, Renato Poliseli, e da coordenadora Ligia Elena B. G. Dezolt. A comunidade é vinculada à Casa Assistencial.

Durante a visita, Engler conversou com o conselheiro Antonio Carlos da Silva, o Magrão, e anunciou que se empenharia para conseguir um repasse em prol da instituição. A Prefeitura de Colina vai receber o dinheiro e investi-lo na sede da Comunidade Terapêutica Terra Santa, construindo uma nova cozinha.


O parlamentar agradeceu ao Governo do Estado pela liberação da verba. “Particularmente, desenvolvo um forte trabalho em busca de apoio do Governo do Estado de São Paulo para as entidades assistenciais e esse perfil também é compartilhado pelo governador Geraldo Alckmin. Desta vez, temos também a parceria do Mi, que vai receber a verba e convertê-la em ganhos para a Comunidade Terra Santa”, afirmou Engler.