10/12/2013

Governo do Estado financia três creches em São Joaquim da Barra

Unidades serão construídas nos bairros Santa Lúcia, Alto da Barra e Vila Marthus

O Governo do Estado de São Paulo, por meio do Programa Creche-Escola, vai financiar a construção de três novas creches em São Joaquim da Barra. As unidades foram confirmadas ao longo deste ano, somam mais de R$ 5 milhões em investimentos e tiveram a intermediação do deputado estadual Roberto Engler (PSDB).

As creches serão erguidas em áreas cedidas pelo município, localizadas nos bairros Santa Lúcia, Alto da Barra e Vila Marthus (antigo terreno do Matadouro Municipal, desativado há anos). A intermediação do deputado Roberto Engler se deu por solicitação do prefeito Marcelo Mian (PT), do vereador Éder Tavares (PSDB) e de outras lideranças do PSDB joaquinense.

Dois convênios que oficializam parceria entre o Governo do Estado de São Paulo e o município de São Joaquim da Barra foram assinados na última semana em São Paulo e se referem às unidades do Alto da Barra e da Vila Marthus. O convênio do bairro Santa Lúcia já havia sido celebrado em abril.

Cada unidade tem valor que varia entre R$ 1,6 milhão e R$ 1,8 milhão, inclusos repasses para construção e para equipamentos, custos que serão financiados com recursos do Governo do Estado de são Paulo. A Prefeitura de São Joaquim da Barra cedeu os terrenos em que as unidades serão erguidas e ficará responsável pelo custeio do funcionamento e da manutenção das creches.

“Uma das creches foi confirmada em 2012 e mais duas neste ano. É o Governo do Estado de São Paulo colaborando com os municípios e São Joaquim da Barra demonstrando interesse e eficiência para aproveitar essa oportunidade. Fico feliz de ter sido um intermediador para algo que, em sua essência, significa ganhos para o povo joaquinense”, afirma o deputado estadual Roberto Engler.

O Programa Creche Escola, do Governo do Estado de São Paulo, foi lançado em setembro de 2011 e é desenvolvido em parceria entre as secretarias estaduais de Desenvolvimento Social e de Educação. Tem por objetivo ampliar o atendimento de crianças na educação infantil.

"Nosso objetivo maior é garantir às crianças com menos de seis anos o direito à educação, dando aos seus pais - inclusive às mães que trabalham fora de casa - a segurança de que seus filhos serão atendidos em instalações públicas adequadas para essa finalidade", diz o secretário estadual da Educação, Herman Jacobus Voorwald.