31/10/2013

Licença para duplicação da Maurílio Biagi deve sair em uma semana

Obra de R$ 48 milhões depende de licença ambiental para sair do papel

imagem_destaque

Clodoaldo Pelissioni e Roberto Engler (de pé, no centro) e lideranças de Pontal e Sertãozinho

Segundo informações obtidas pelo deputado estadual Roberto Engler (PSDB) junto à Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), a licença ambiental prévia para a duplicação dos 9,7 quilômetros da Rodovia Maurílio Biagi (SPA-343, da SP-322), entre Sertãozinho e Pontal, deve ser expedida em uma semana. O aval do órgão ambiental deve possibilitar a abertura da licitação da obra.

Engler tem conversado com a Cetesb e o DER (Departamento de Estradas de Rodagem) nas últimas semanas para que os passos que antecedem a obra sejam dados o mais rápido possível. 
“O pedido da licença foi protocolado há alguns meses, no entanto houve requisição de alguns esclarecimentos adicionais. Toda a documentação extra solicitada pela Cetesb ao DER foi entregue há duas semanas e, com isso, devemos ter a emissão da licença rapidamente, no máximo até a semana que vem”, revelou o deputado Roberto Engler.

O aval prévio que será dado pela Cetesb permite que os próximos procedimentos para viabilizar a obra, que será contará com financiamento internacional, possam ser tomados pelo DER, entre eles a licitação. 

O projeto de duplicação da Maurílio Biagi prevê serviços de duplicação da pista, pavimentação dos acostamentos e readequação de rotatórias, do km 0 ao km 9,75. O valor orçado das intervenções é de R$ 48,7 milhões. “Esse é o valor estimado para obra, mas pode sofrer haver diminuição deste custo com a concorrência dos interessados”, afirmou o deputado Roberto Engler.

O parlamentar falou da importância da mobilização local de Sertãozinho e Pontal e do diálogo constante com essas lideranças para que todos os obstáculos existentes para a confirmação definitiva da conquista da duplicação da Maurílio Biagi. 

“Esse contato é vital, é essencial. Cito em especial algumas dessas importantes lideranças, entre elas o vice-prefeito de Sertãozinho, Valter Almussa (PSB), o vereador de Sertãozinho, Márcio Leite (PPS), o vereador pontalense, Leandro Gasqui (PSDB) e a coordenadora do Movimento Acorda Pontal, Rosa Maria Munhoz”, ressaltou Engler.


HISTÓRICO
O deputado Roberto Engler, o vice-prefeito de Sertãozinho, Valter Almussa (PSB), a vice-prefeita de Pontal, Dionísia Galvão (PPS), o vereador de Sertãozinho, Márcio Leite (PPS), o vereador pontalense, Leandro Gasqui (PSDB), a coordenadora do Movimento Acorda Pontal, Rosa Maria Munhoz, e o professor Edmilson Luís da Cruz se reuniram com o superintendente do DER, Clodoaldo Pelissioni, em fevereiro, em São Paulo, quando obtiveram, pela primeira vez, a confirmação de que a duplicação da Maurílio Biagi será realizada pelo Governo do Estado de São Paulo.

Há mais de dois anos, Engler tem trabalhado pela duplicação da Rodovia Maurílio Biagi, subsidiado por lideranças locais. Desde 2012, essa interlocução foi intensificada. Em março de 2012, quando recebeu o título de cidadão pontalense, o parlamentar manifestou sua convicção de que a obra será realizada.