22/10/2013

Sales Oliveira solicita criação de Fórum

Demanda foi discutida em audiência no Tribunal de Justiça

imagem_destaque

Roberto Engler e Ivan Sartori (3º e 4º da esq.para a dir.), com lideranças salenses e assessores do tribunal

O deputado estadual Roberto Engler (PSDB) e os vereadores salenses Doutor Edmar Duarte Gomiero (PMDB) e Alessandro de Sousa (PPS) solicitaram, na tarde de ontem (21), em audiência no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, a criação do Fórum da cidade. A demanda, que também é uma solicitação da vice-prefeita Cristina Orsi Ribeiro Tambelli (PR), depende de envio, e aprovação, de projeto de lei à Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo).

A comitiva representativa de Sales foi recebida pelo presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Ivan Sartori, na capital. O deputado Roberto Engler argumentou sobre a necessidade da criação do Fórum como forma de dar personalidade própria á cidade. “Pelo porte de Sales Oliveira a criação do Fórum é algo compatível”, afirmou.

O vereador Edmar, que esteve acompanhado de sua mulher, Renata Aparecida Passalha Gomiero, foi outro a defender fortemente a necessidade do Fórum. “O deslocamento dos salenses a outras cidades, em especial Nuporanga, é algo que sacrifica e complica demais a vida de quem necessita recorrer à Justiça”, disse.

O presidente do Tribunal de Justiça, Ivan Sartori, que foi juiz na região, sinalizou com boas chances de atendimento ao pedido. Sartori revelou que um projeto de lei alterando a divisão judiciária do estado de São Paulo está em processo de estudo pela equipe técnica do tribunal e deve ser enviado à Assembleia em breve.

“Não poderia haver melhor novidade. Vamos aguardar os últimos preparativos para o envio desse projeto à Assembleia e, depois disso, vamos acompanhar e trabalhar para a aprovação da matéria o quanto antes”, garantiu o deputado Roberto Engler.


REPASSES PARA ENTIDADES
Duas entidades de Sales Oliveira devem receber verbas estaduais intermediadas pelo deputado estadual Roberto Engler em breve: a Casa do Vovô Salense e a Apae (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais). Cada uma delas terá direito a R$ 30 mil.

Os convênios para liberação das verbas estão em fase inicial de tramitação. “A autorização da Secretaria da Casa Civil foi dada e, em breve, a Diretoria Regional de Desenvolvimento Social tratará diretamente com as instituições para envio da documentação necessária para formalização dos convênios”, revelou o deputado Roberto Engler.

“Tenho um perfil de apoio e colaboração com as entidades sociais, porque sou um admirador do trabalho que as pessoas que comandam e se dedicam a essas instituições exercem, na ânsia de colaborador com aqueles que mais necessitam”, completou Engler.