05/07/2013

Recape do acesso à Etec de Igarapava terá verba do Estado

Recurso é fruto de pedido do prefeito Carlão e do deputado Roberto Engler

imagem_destaque

Roberto Engler e prefeito Carlão

O Governo do Estado vai liberar R$ 300 mil para recuperar a vicinal (IGP-060) de acesso à Etec Antonio Junqueira da Veiga - Colégio Agrícola de Igarapava. A verba é fruto de solicitação feita pelo prefeito Carlos Augusto Freitas (PDT) e pelo deputado estadual Roberto Engler (PSDB). 


As obras devem se concentrar em trecho pavimentado da via, com extensão de pouco mais de um quilômetro, do perímetro urbano até a escola. “O asfalto desta parte da estrada está em péssimas condições, o que dificulta o caminho até a escola”, disse Engler.


A Secretaria Estadual de Planejamento vai tratar diretamente com a Prefeitura de Igarapava para a apresentação da documentação e dos projetos necessários para formalizar a parceria, que deve ser assinada em breve, na capital. A equipe municipal vai atuar juntamente com o escritório regional de planejamento.


“A autorização comunicada nesta semana pela Casa Civil significa que o processo para liberação dos R$ 250 mil está se iniciando. Transcorrendo tudo corretamente com a formalização da parceria, dentro de pouco tempo, o dinheiro será creditado nos cofres municipais para que o prefeito Carlão possa realizar a obra da melhor forma possível”, afirmou o deputado Roberto Engler.


O parlamentar agradeceu a atenção dispensada por toda a equipe da Casa Civil e do Governo do Estado. “Os municípios são a unidade federativa mais próxima da população e o governador Geraldo Alckmin (PSDB), o secretário da Casa Civil, Edson Aparecido, e o subsecretário Rubens Cury têm atuado no sentido de colaborar com as Prefeituras, de forma a descentralizar investimentos e promover realizações”, disse Engler.

 

 

GRANDE REFORMA NA ETEC
Continua em andamento grande reforma no Colégio Agrícola de Igarapava. As obras de R$ 2,7 milhões foram conseguidas por meio da atuação do deputado estadual Roberto Engler e incluem a construção de um miniginásio, novos laboratórios zootécnicos (suinocultura, piscicultura, agroindustrial, avicultura) e estacionamento, remodelação da entrada da escola e acessibilidade para portadores de necessidades especiais.


“São diversas intervenções em busca de melhorar as condições de ensino para alunos e professores, adequar a localização dos laboratórios e, ainda, tornar a escola acessível para o público especial. Sem dúvida, importantes melhorias”, afirmou Engler. A reforma tem previsão de término para até o fim deste ano.