05/09/2013

Roberto Engler solicita unidade pericial da Educação em Franca

Serviço torna avaliações de saúde dos profissionais mais ágil e eficiente

imagem_destaque

Secretário Herman Voorwald e deputado Roberto Engler

O deputado estadual Roberto Engler (PSDB) se reuniu ontem (4), com o secretário estadual de Educação, Herman Jacobus Cornelis Voorwald, e solicitou que Franca tenha o serviço de perícias médicas da pasta. As unidades regionais de atendimento fazem as avaliações de saúde dos profissionais de forma mais ágil e eficiente, evitando deslocamento e propiciando comodidade a educadores e demais funcionários.

Atualmente, a secretaria tem 33 unidades periciais espalhadas pelo estado de São Paulo. Há planos de expansão dessa rede. “Acredito no sucesso da solicitação. Segundo palavras do próprio secretário Herman, Franca é uma cidade com população suficiente para ter a perícia, concentrando também a demandas de exames da região”, disse o deputado Roberto Engler.

As unidades periciais são compostas por médicos, psicólogos, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais, entre outras especialidades, que realizam o atendimento direcionado às características profissionais do quadro de funcionários da Secretaria, avaliando procedimentos como a concessão e cessação de licença para tratamento de saúde e readaptação.

Os pólos do Programa de Inspeções Médicas da Educação atendem servidores que apresentem atestados superiores a 15 dias. As demais perícias são realizadas pelo Departamento de Perícias Médicas do Estado (DPME). O processo de marcação de consultas dos casos assumidos pela Educação é feito pela escola ou unidade em que o funcionário atua.


ANA MARIA JUNQUEIRA
O deputado Roberto Engler ainda reiterou, junto ao secretário estadual Herman Voorwald, demanda da Escola Estadual Ana Maria Junqueira, na Vila Raycos. A unidade solicitou reforço de segurança, por meio do cercamento das edificações da unidade, de medidas de proteção dos muros e do fechamento do pátio.

“As intervenções estão sendo projetadas pela secretaria. A necessidade da obra está comprovada e serão executadas melhorias importantes”, revelou o deputado Roberto Engler. Por conta de seu terreno amplo, há ocorrência de invasões em partes mais afastadas do núcleo administrativo e de salas de aula. A ideia é que o cercamento evite o acesso direto à área construída.

A Escola Estadual Ana Maria Junqueira atende 1,2 mil alunos de Ensino Fundamental - Ciclo II e de Ensino Médio.